APOESC (Associação de Poetas Escritores Simpatizantes e Colaboradores)

A APOESC (Associação de Poetas Escritores Simpatizantes e Colaboradores), criada em 03.2010 em Santa Cruz -RN, existe para congregar amantes da cultura, apologistas e produtores da arte da palavra.


domingo, 21 de junho de 2015

O SALTO QUE GELSON DEU - Homenagem a um santo antoniense (por Gilberto Cardoso, Marcos Medeiros, Rosinaldo, Marciano Medeiros e Minerva Gomes)



Gelson Pessoa e Robinson
aqui postos lado a lado
com o livro de Santo Antônio
certamente autografado
nesta dupla há magia
um domina a poesia
outro controla o estado.

 (Gilberto Cardoso dos Santos)


Numa manhã de domingo estávamos navegando nas águas do Facebook nossa tarrafa jogando era um passeio ignoto quando vimos uma foto que Gélson estava postando. 

Então eu fiz uma estrofe para homenagear inspirado pela foto que acabara de postar. Nela, o nosso escritor dava ao governador de seu livro um exemplar. 

O vate Marcos Medeiros a minha deixa pegou e uma sequência de rimas logo se encadeou. Melhorando o nosso plano logo chegou Marciano, boas estrofes glosou. 

Minerva e Rosinaldo por mesmo afeto movidos também teceram seus versos e foram bem aplaudidos. Isto a Gélson comoveu e, por fim, agradeceu pelos versos produzidos.

Gilberto Cardoso:

Ao escrever sobre a terra
Que a Xexéu concebeu
E sobre o salto da onça
Que em lenda se converteu
Apesar da estatura
Em prol de nossa cultura
Grande salto Gelson deu.

Marcos Medeiros:

Grande salto Gélson deu,
por nascer em Santo Antônio,
pois Xexéu ali nasceu,
dividindo o patrimônio,
aprendeu a poetar,
sobre o povo do lugar,
do citadino ao campônio! 

Gilberto Cardoso:

Faz parte do patrimônio
Local e estadual
A cultura "santooncense"
Um bem imaterial
Através desta empreitada
Decerto foi exaltada
Neste salto vertical.

Marciano Medeiros:

Nobre Gilberto Cardoso
Agradeço esta lembrança,
Reconhecimento é bom
Traz muita perseverança.
Tem Xexéu, Gélson e você,
Já vi Hélio na TV,
Esse quarteto não cansa.

Gilberto Cardoso:

Marciano entrou na dança
E a festa está melhorando
Merecida homenagem
A Gelson estamos dando
Bem antes dele “partir”
E a poeira vai subir
Com tanta gente “saltando”.

Marciano Medeiros:

Gilberto me elogiando
Consigo fama e respaldo,
Igual a Gélson Pessoa
Um escritor sem rescaldo.
Vou dizer honestamente,
É poeta inteligente
Do tipo de Rosinaldo.

Gilberto Cardoso:

Será positivo o saldo
De nossa versejação
Gelson Pessoa é pessoa
Digna de atenção
Merece nosso holofote
Quero que logo se esgote
De seu livro  outra edição.

Marciano Medeiros:

Escreve por vocação,
Gélson é pessoa decente.
Nós fizemos trocadilhos
Em cada estrofe eloquente.
Não faz poesia à toa,
O grande Gélson Pessoa,
Trouxe da rima a semente.

Gilberto Cardoso:

Não é rimador somente
Mas um grande defensor
Da cultura popular
Por quem nutre grande amor
Este grande menestrel
Mostra na prosa e cordel
Que é um bom escritor

Marciano Medeiros:

Até o governador
Reconhece a maestria,
Pois adquiriu o livro,
O senhor Robinson Faria.
Gélson, logo divulgou,
A foto deles postou,
Demonstrando cortesia.

Gilberto Cardoso:

É com profunda alegria
Que o santo antoniense
Assiste à exaltação
Daquilo que lhe pertence
Precisamos res-saltar
A cultura popular
Fazer que o povo pense.

Marcos Medeiros:

Todo cidadão oncense
deve ficar orgulhoso
ao ver a sua cultura
feito um raio luminoso
e assim tiro o chapéu
pra que Gélson e Xexéu
deixem seu céu mais brilhoso!

Gilberto Cardoso:

Foi um salto exitoso
Esse que o Gelson deu
Se não foi um salto quântico
A luta que empreendeu
Foi salto de campeão
Parecendo um foguetão
Que a gravidade venceu.

Marciano Medeiros

 O povo já percebeu
Que Gélson é vitorioso,
Cidadão, amigo e simples,
Sem pompa de orgulhoso.
Engrandece a Santo Antônio,
Enaltecendo o campônio
No seu livro primoroso.

Gilberto Cardoso:

Na escrita foi cuidadoso
De nenhum pecado é réu
Imortalizou a história
De vates como Xexéu
Com toda simplicidade
O registro da verdade
Ele não deixou ao léu

Marcos Medeiros:

Uno Gélson e Xexéu
com Minerva e Marciano,
cada qual maior poeta,
fazendo verso decano,
orgulhando o povo oncense,
fazendo com que ele pense
como um povo soberano!

Gilberto Cardoso:

Nosso espontâneo plano
Decerto não combinado
Foi pôr o nome de Gelson
Num plano mais elevado
Com nosso recursos parcos
Também incluímos Marcos
Pelos saltos que tem dado.

Marciano Medeiros

O Marcos é preparado 
Usa termos verdadeiros,
Falando em biologia,
É grande Marcos Medeiros.
Igual a Gélson, é poeta, 
Fez de escrever sua meta
Pelos rincões brasileiros.

Gilberto Cardoso: 

Poetas alvissareiros:
Marcos, Gélson e Marciano
Unidos pelas virtudes
do evolutismo humano
Minerva e Rosinaldo
Também nos deram respaldo
Versejaram sem engano.

Marcos Medeiros:

com imensa primazia, 
usando versos bem feitos, 
poetando com simpatia, 
o que faz, tão gentilmente, 
com toda a força da mente, 
exaltando a poesia

Marciano Medeiros:

Tem muita sabedoria 
Há tempo vem demonstrando, 
Desta maneira o poeta 
Prossegue se projetando. 
Até no Valeu o Boi, 
O Gélson Pessoa foi
Com Xexéu dialogando

Gilberto Cardoso:

Gelson prossegue saltando
Dando asas à cultura
Feito um menino que eleva
Sua pipa a grande altura
Ao povo fez muito bem
Tal obra seu sangue tem
Foi escrita com ternura





Versos de Rosinaldo

Não sou um santooncense
Mas arrisco aqui versar.
Que Gelson é um grande amigo

É um poeta singular, 
Isso de todos é sabido
Em seus versos e poemas
Escritos com talento e sorte
Dá pulo, salto e pinote
Escreve e puxa pro mote
A cultura popular. 

A lenda do saldo da onça
Faz questão de exaltar
E nos auspícios da poesia
O salto vai perpetuar.



Versos de Minerva Gomes

Estava num improviso
Fazendo verso e rimando
Com uns amigos poetas
No delírio improvisando
De repente verso e prosa
Comecei a fazer glosa
No grupo Cordeliando.

Participo de um momento
De grande interação
Dos versos de improviso
Com tamanha dimensão
E mesmo como aprendiz
O meu coração me diz
Respondendo a emoção.

Me ausento do grupo agora
Do verso de improviso
Pois marciano e Gilberto
Esquenta o meu juízo
Sou uma aprendiz somente
Bem fraquinha em sua frente
Por isso que lhe aviso.

Eita que a rima tá boa
De Marciano e Gilberto
Também de Gelson Pessoa
Formando time completo
Tem eu e Marcos Medeiros
No grupo agora parceiros
Fazendo verso repleto.

Falar de Gélson Pessoa
Me faz contente e ligeira
Agradeço de verdade
A reciproca e verdadeira
Do carinho que ele tem
Com meu pai, me faz tão bem
Que guardo pra vida inteira.

Gelson é grande escritor
Defensor da poesia
Escreveu grande historia
Da nossa cidadania
Fez da vida um cordel
Sendo aprendiz de Xexéu
Faz versos com maestria.

No resgate dessa historia
Ele foi primordial
Escreveu tudo rimando
De forma bem cultural
Trazendo assunto novo
Da cultura de um povo
Da terrinha escultural.

Eu fico muito encantada
Com Gelson Luís Pessoa
Com seu coração nobre
Fazendo essa coisa boa
Mostrando sua nobreza
Resgatando essa beleza
Que nada ficou atoa.

O Gelson deu grande salto
Primando a literatura
Sem cessar sua jornada
Seguiu com desenvoltura
Resgatou nossa historia
Fez seu nome na memoria

Registrou nossa cultura.


Versos de Gélson Pessoa 

Gilberto e Marcos Medeiros
Disseram grande verdade

Pois o salto que eu dei
Tive a felicidade
De mostrar grande valor
E todo o meu amor
Que tenho pela cidade.

Eu e o Poeta Xexéu
Vivemos na poesia
E somos Saltooncense
Com a maior alegria
E hoje eu tenho uma meta
De me tornar um poeta
Com Xexéu na maestria.