APOESC (Associação de Poetas Escritores Simpatizantes e Colaboradores)

A APOESC (Associação de Poetas Escritores Simpatizantes e Colaboradores), criada em 03.2010 em Santa Cruz -RN, existe para congregar amantes da cultura, apologistas e produtores da arte da palavra.


domingo, 16 de dezembro de 2012

ESCRAVO DO AMOR - Chagas Rodrigues


Meu pão-de-ló, minha maçã madura
Meu arroz fervido o meu macarrão
O meu bife meu feijão macaça
Minha carne assada o meu requeijão
Deixe que eu fique direto contigo
Fixada mente no seu coração

Meu milho assado meu feijão maduro
Minha patativa ou minha peitica
Meu conto de fada ou minha princesa
Minha deusa encantada minha dama rica
Saboreie um pouco da minha pamonha
Pra sentir o gosto de minha canjica

O seu fungadinho o seu jeito de amar
E estes seus olhinhos azuis
E este seu jeitinho de andar
A sua beleza é quem me seduz
E estes seus olhinhos parecem
Com os lindos olhos da mãe de Jesus

Você é meu prato preferido
O chá de boldo sabor de alecrim
O meu bolo achocolatado
Com castanha assada e amendoim
Mais se um dia você me deixar
Diga que arrancou-se um pedaço de mim

Eu venho tombando esta cruz pesada
Já não posso mais conduzir o lenho
Para chegar onde eu cheguei
Eu já tenho feito o maior empenho
Fixar morada no seu coração
Me tornei escravo do amor que tenho