APOESC (Associação de Poetas Escritores Simpatizantes e Colaboradores)

A APOESC (Associação de Poetas Escritores Simpatizantes e Colaboradores), criada em 03.2010 em Santa Cruz -RN, existe para congregar amantes da cultura, apologistas e produtores da arte da palavra.


quarta-feira, 15 de agosto de 2012

ENTREVISTA COM DR PETRÔNIO, CANDIDATO A PREFEITO DE SANTA CRUZ


GILBERTO: Gostaríamos que iniciasse essa entrevista traçando uma breve autobiografia e trajetória política.
DR. PETRÔNIO: nasci dentro da ditadura minha infância transcorreu durante os anos de repressão politica muito forte, apesar disto sempre tive muita curiosidade politica, lembro bem que já 1974 (Tinha10 anos)meu pai me levou a um comício de Agenor Maria candidato do MDB ao senado, aquele evento aguçou muito minha vontade de participar da politica, quando fui estudar no colégio Winston Churchil em 1975 , naquela escola(lembro bem com atheneu também) havia um movimento clandestino contra a ditadura, o centro cívico que eu comecei a frequentar a partir de 1977 era atuante na medida do possível e abrigou dentro do colégio um movimento chamado MDA( movimento em defesa da amazônia) que tinha o objetivo real a conscientização das pessoas na luta contra a ditadura, em 1978 entrei no instituto Sagrada família e ai comecei minha atuação politica efetiva, nesta época participei da criação de um grupo voluntario de apoio aos favelados do Lixão de cidade nova, chamado grupo SOL, quando entrei na universidade participei ativamente do movimento universitário, fui diretor refundador do centro acadêmico de medicina, participei do diretório acadêmico da saúde e fui diretor do DCE 2 vezes, em 1986 iniciamos a nossa luta sindical, Fundamos o sindicato da previdência do Rio Grande do norte e fui diretor da federação nacional dos previdenciários em 1987e 1988, em 1994 fui convidado a ser candidato a deputado estadual pelo meu partido PT, e ajudei a eleger na coligação Fátima Bezerra deputada estadual, neste ano tive 1500 votos destes 44 em Santa Cruz, terminei o curioso de medicina em 1992 e optei por trabalhar em Santa cruz, trabalhando no Ana Bezerra desde 1993 até os dias de hoje, trabalhei também no hospital regional como plantonistas por 7 anos, passei em primeiro lugar no concurso da prefeitura da nossa cidade trabalhei por três anos como funcionário municipal e tive que pedi demissão por falta de tempo, fiz 03 especializações Médica, (medicina geral comunitária,Infectologia e administração hospitalar) e em 1997 já como médico efetivo da universidade fui convidado a ser diretor desta unidade pelo reitor Ivonildo rego, o hospital estava numa crise profunda prestes a fechar ou ser municipalizado . Fizemos um trabalho coletivo de reconstrução do hospital tornado-o um dos melhores do estado, participei como consultor de um grupo de trabalho na região nordeste do ministério da saúde, que tinha como objetivo a humanização da assistência hospitalar , o Ana Bezerra ganhou vários prêmios nacionais, trabalhei com assessor da secretaria de saúde de tangará quando fui convidado a ser diretor do hospital Walfredo Gurgel, fui diretor administrativo e técnico por dez meses, no ultimo mês da nossa gestão o hospital passou um mês sem macas no corredor(o que nunca mais aconteceu), fui então convidado a ser secretario de saúde adjunto do estado, cargo que exerci por mais de um ano, onde construímos com a equipe técnica, um plano de reorganização estruturante para saúde do estado, com a regionalização das ações e reforço da assistência básica, plano este elogiado por técnicos da saúde do estado, da universidade e do ministério da saúde, mas que infelizmente não foi levado adiante pela gestão do estado, no final de 2008 passei a participar do complexo hospitalar da UFRN(órgão de assessoria da reitoria) no qual fiquei ate dezembro do ano passado, quando pedi afastamento para me preparar para ser prefeito desta cidade, como é do conhecimento de todos fui candidato a prefeito de Santa Cruz em 2004 e 2008, participei de todos eventos estruturantes ocorridos em Santa Cruz na ultima década, incluindo a luta pelo retorno do UFRN , a construção do IFRN ,o PELC entre vários outros, tenho assessorado informalmente a deputada Fátima Bezerra nas questões universitária ,da saúde e da nossa cidade.

GILBERTO: Doutor Petrônio, como o senhor avalia a atual campanha? Fale-nos do modo como o senhor e seus adversários a têm conduzido.
DR. PETRÔNIO: fazemos uma campanha extremamente qualificada,o nosso objetivo é substituir a forma ultrapassada de fazer campanha e principalmente construir uma gestão com novos paradigmas, que tenha como eixo o desenvolvimento da cidade e o crescimento das pessoas, a essência portanto da nossa campanha e o corpo corpo com conteúdo e reuniões perto das pessoas para que o máximo possíveis dos dicadões conheçam as nossas ousadas e factíveis propostas, o plano de governo nosso registrado no TRE, e uma peça completa e coerente e foi resultado destes muitos anos de construção da alternativa popular para prefeitura da nossa cidade; as coligações tradicionais estão fazendo a campanha tradicional, que na evolução natural da sociedade será colocada no passado.
GILBERTO: Na campanha anterior o senhor conseguiu uma votação expressiva. Falta algo à sua campanha neste ano? Em que ela se diferencia da anterior?
DR. PETRÔNIO: toda campanha tem sua historia, mas como a nossa forma de fazer campanha potencializa a compreensão consciente da politica pelas pessoas , iniciamos a campanha portanto com um capital eleitoral de pessoas consciente e ativa grande , lamentamos a imaturidade de algumas pessoas que de forma incompreensiva deixaram este processo de construção do novo e se voltaram para politica tradicional, a nossa campanha tem um custo modesto, já que nosso objetivo é só se comunicar com o povo e conscientizar mais pessoas deste processo, temos dificuldades financeiras mas a campanha é muito boa ,progressiva e muito provavelmente vitoriosa,
GILBERTO: O senhor tem sido chamado por alguns adversários de Petrônio Copa do Mundo. Acha justo esse apelido? Que justificativas  tem para a alegada ausência em períodos pré-eleitorais? Acha que isso de algum modo atrapalha sua luta?
DR. PETRÔNIO: Como a pergunta já afirmou ,só alguns adversários levantam esta falacia, estou em Santa cruz por opção, fiz concurso aqui por opção, fui diretor do Ana Bezerra por opção, fui e sou candidato a prefeito da cidade por convicção e ideologia, trabalho aqui desde 1993, nunca sai daqui, e mesmo quando exerço trabalho de gestão em Natal não me afasto da cidade, sou trabalhador e todo dinheiro meu é do meu suor, não exerço cargos fantasma de assessoria fictícia, portanto sou trabalhador e não “candidato”profissional, as poucas pessoas que falam sobre isto, ainda estão embotados com a politica atrasada e personalista,mas com certeza vão evoluir e entender que o que está em jogo é um projeto politico popular e substituição ao clientelismo oportunista.
GILBERTO: De um lado temos o senhor prometendo melhorias na saúde e na educação. Mas a Presidenta Dilma, do seu partido, tem, na visão de muitos, dado mau exemplo no modo de resolver a greve na esfera federal. Como o senhor avalia a presente situação?
DR. PETRÔNIO: A luta corporativa tem suas razões, fui sindicalista e entendo bem isto, no tempo dos governos anteriores ao do PT, nós não víamos estes movimentos aqui em Santa Cruz pelo simples fato de não existirem nem IFRN e nem FACISA, o compromisso do PT e da presidenta Dilma com o povo, consequentemente com a educação e a saúde é indiscutível e a historia esta ai para provar.
GILBERTO: Fale-nos da campanha de pé no chão que o senhor tem feito. Ela deve-se à negligência das forças que o apoiam ou se trata de uma questão estratégica?
DR. PETRÔNIO: Quem pretende manter o sistema atual, faz a campanha tradicional, apelando para uma emoção artificial, “campanha da elite familiar atrasada tentando disfarçar-se de povo”, estamos na mesma campanha de sempre e com resultados continuadamente progressivo, da vez passada tivemos 43 % dos votos , só temos motivo para acreditar no crescimento deste percentual.
GILBERTO: Em suas muitas visitas aos lares e passeios pelas ruas e becos de Santa Cruz, que aspectos negativos mais têm chamado sua atenção?
DR. PETRÔNIO: A modelo de gestão da cidade há muito tempo, e de concentrações dos investimentos em infraestrutura em pouco bairros da cidade e de não cuidar das pessoas , a ausência da prefeitura no dia a dia das pessoas é revoltante, a cidade vem sendo mal administrada e seu povo está órfão do poder municipal.
GILBERTO: O prefeito atual se apresenta nesta tentativa de reeleição como o prefeito da educação. O senhor concorda que ele foi bom neste aspecto? Que mais falta à educação santa-cruzense?
DR. PETRÔNIO: existe um ditado popular que diz “ em terra de cegos que tem um olho é rei”, a educação apresentou sim mudanças , a presença da UFRN e do IFRN e algumas ações pontuais da prefeitura(embora que algumas por pura exigências legais) minimizaram o descaso anterior, o que a cidade precisa no entanto e uma mudança muita mais profunda e estruturante, temos no nosso plano ações concretas que vão impulsionar o desenvolvimento humano da cidade, vamos reverter os terríveis índices sociais da cidade e o foco estruturante para isto é a educação, profissionais bem valorizadas e remunerados com uma politica de crescimento profissional permanente, escolas adequadas e um a politica pedagógica que prepare os cidadãos para vida e para o trabalho numa cultura de paz. 
GILBERTO: Fala-se que, diante do aparente fracasso de sua campanha, haveria uma corrente dentro de seu partido que estaria cogitando a possibilidade de fazer-se uma aliança com o prefeito Péricles. Isso procede?
DR. PETRÔNIO: Só existe uma campanha real na cidade, que apresenta propostas e ideias para transformar a cidade. Algumas poucas pessoas, acharam que deveríamos ser unir a um primo para combater o outro, desvirtuando o objetivo, nosso e do nosso partido, que não é contra pessoas e sim contra a forma de fazer politica e gestão, sempre opinei pela união em cima de propostas e ações em benefícios da população, o que não ocorreu nesta gestão, quem ainda se impressiona com as campanha milionárias deve ter esquecido as campanhas anteriores, estou convicto que o povo vai ganhar esta eleição com o treze de lula e Dilma

GILBERTO: Quão confiante da vitória o senhor se sente nesta campanha? Que elementos o fazem pensar assim?
DR. PETRÔNIO: A minha convicção de vitoria é muito forte. A inteligencia e evolução politica da população, no brasil todo, faz com que o poder oligárquico perca força, as praticas antigas tinham muita facilidade quando o brasil era muito miserável e a classe “c” não predominavam e as pessoas não tinham acesso a informação, aqui em Santa Cruz o raciocínio é simples, qual a razão que as pessoas que votaram em mim (43%)teriam para não repetir os votos, nestes 4 anos minha vida foi trabalhar e conseguir obras estruturantes para a cidade seja no trabalho de assessoria a reitora ou seja através da deputada Fátima Bezerra, o meu partido,o PT( hoje no coração da imensa maioria da população) só aprofundou as mudanças para o povo Brasileiro e tenho apoio de todas aquelas que de fato podem ajudar a transformar Santa Cruz( a presidenta Dilma e a deputada Fátima),por outro lado o sistema familiar se dividiu e a gestão atual se destacou pela ineficiência e pela rejeição , o desafio é acordar os que estão desviados ou iludidos de boa fé, o que não será difícil,pois são pessoas inteligentes. 
GILBERTO: Percebemos pouco empenho no sentido de preservar elementos que fazem parte da cultura de Santa Cruz. À medida que se moderniza, Santa Cruz parece apagar o seu passado. Que pretende fazer, por exemplo, para impedir que fachadas de prédios antigos – as poucas que restam – continuem sendo destruídas?
DR. PETRÔNIO: Quando diretor do Ana Bezerra, não só preservei a sua fachada, com a expansão que foi realizada manteve o padrão histórico; Nosso plano de governo ,retrata toda nossa preocupação com cidade sua historia e a necessidade de um planejamento estratégico que der qualidade de vida as seus moradores. A revisão do plano diretor vai considerar a historia e se possível resgatar monumentos histórico destruídos como o Coreto da praça.

GILBERTO: O chamado Forró de Plástico tem causado preocupação a muitos agentes culturais, como é o caso de Chico César, cantor e Secretário de Cultura da Paraíba, que tomou medidas drásticas a esse respeito. O que pretende nesta área no que concerne ao emprego dos recursos públicos?
DR. PETRÔNIO: O objetivo das nossas propostas é o crescimento das pessoas, tudo que foi registrado no TRE confirmam isto, nesta área registramos o seguinte: “ politica de incremento cultural,com disponibilização de recursos para o fundo municipal,valorizando as potencialidades da terra,numa politica pró ativa voltada para o crescimento das pessoas nas mais diversidades artísticas(Teatro,musica,
dança,circo,quadrilhas,


artesanato,etc)” e ainda “utilização de recursos publico para as atividades culturais que valorizem o crescimento, combatendo o preconceito de qualquer natureza”

GILBERTO: À semelhança de outros municípios que tentam se modernizar a qualquer custo, Santa Cruz tem sido agredida em seu meio-ambiente. Que pretende fazer por nossa fauna e flora?

DR PETRÔNIO:  O nosso plano de governo tem como objetivo o desenvolvimento sustentável, não podemos crescer sem pensar no  futuro, as gestões municipais desta cidade não tem tido nenhuma preocupação com o meio ambiente, mas no governo do PT isto vai mudar, no item 1 do nosso programa no que trata do desenvolvimento infraestrutural, está bem definido que toda politica de planejamento será participativa e terá o objetivo da construção de uma cidadania sustentável, o item 13 explicita nossos objetivos ecológicos ..."
Criação de uma politica ecológica denominada "Santa Cruz cidade sustentável ",com arborização,criação de parques, revitalização das nascentes dos rios,tratamento adequado dos resíduos(Com aterro sanitário consorciado e tratamento de esgotos),politica de uso adequado das águas ,estimulo ao uso de energia limpa e rigorosa politica de vigilância ambiental",,, no item 14...."Articular regionalmente a criação de uma usina de reciclagem de lixo ,de forma sustentável".  estas são propostas registradas, na leitura do plano completo o eleitor vai notar  sustentabilidade em todos os itens.

GILBERTO: Resumidamente, diga-nos o que pretende fazer nas áreas da Educação, Cultura, Saúde, Habitação, Segurança e Turismo.

DR. PETRÔNIO: O nosso plano de governo é dividido em 4 eixos . Todos focados no desenvolvimento, a saúde ,educação,cultura e também, o esporte e o lazer saudável, fazem parte dos compromisso referentes ao desenvolvimento humano, consideramos todos estes temas estratégicos e temos muito conteúdo para mostrar, em resumo podemos dizer que a educação é base de todo crescimento e desenvolvimento, queremos profissionais respeitados,bem remunerados e motivados,as escolas capazes de dar conta da tarefa de forma e cuidar das crianças, com uma politica pedagógica construída coletivamente com os profissionais e a sociedade para formar o cidadão para vida e para o trabalho numa cultura de paz,a nossa coligação propõe transformar Santa Cruz numa cidade universitária, a presença de uma faculdade de saúde na cidade é muito significativo, temos a convicção que o curso de medicina virá, a ideia é que aqui as instituições formem profissionais técnico e universitário numa dimensão estadual, isto vai potencializará o desenvolvimento educacional e cultural do município, além de proporcionar emprego e renda e aquecer o comercio e serviços locais
na saúde as mudanças serão profundas ,criaremos uma “equipe integrada de cidadania”para áreas de menor desenvolvimento humano(com profissionais da saúde ,educação e assistência social) com tarefas definidas de intervenção integrada para reverter os índices sociais, na estrategia de saúde da família as equipes serão completas e focada na linha técnica do sistema com a promoção ,prevenção e recuperação da saúde priorizadas, além do foco assistência atual, teremos NASF(núcleo de apoio a saúde da família) descentralizados, centro de imagem e de assistência especializadas e na regionalização da saúde através do consorcio publico de saúde, viabilizaremos assistência hospitalar qualificada, com equipamentos profissionais e UTI tão necessário nos dois hospitais da importante cidade;
A cultura é um dos elementos mais importantes para o crescimento das pessoas, precisamos incentivar não só a quem já faz cultura nas mais diversas áreas, mas principalmente ter uma politica de despertar a potencialidade das pessoas inclusive cultural, em particular da juventude;
Uma politica de segurança publica para ser eficaz precisa responder a 4 elementos básicos, primeiro é o que chamamos de promoção da segurança, que começa na escola que deve preparar para vida e para o trabalho numa cultura de PAZ , e continua com politicas de esporte,cultura e lazer saudável nas comunidades e ainda com a implantação da escola de tempo integral para crianças sobre intenso risco social(buscaremos a parceria com as mais variadas instituições publicas e privadas incluindo a policia militar através do PROERD) , a prevenção(outro item) deve ser feito com urbanização adequada da cidade e com ações estratégica de inteligencia, ruas iluminadas ,calçadas adequadas, ciclovias, monitoramento por câmaras e criação da guarda municipal vão responder de forma importante este desafio, vamos fazer as vias seguras, que são Ruas de deslocamento estratégico da população, e que vão ter o monitoramento por câmara ,iluminação adequada, calçadas e vigilância da guarda municipal presencial ou por monitoramento(integradas com a policia militar), as praças terão um tratamento semelhantes, para dar conta do item de intervenção na situação de violência, a prefeitura dará todo apoio para apolicia desenvolver seu trabalho cidadão que a sociedade necessita, a guarda municipal trabalhará de forma integrada em ações conjunta quando couber e com subcidios de inteligencia; o ultimo e fundamental elemento é a recuperação social, as “equipes integradas de cidadania” que terão profissionais da educação ,saúde e assistência social, acompanharão as famílias dando a solução reparativa dos agravos sociais, criaremos uma clinica de recuperação dos drogados no próprio município e ampliaremos a presença dos CAPS; por ultima na segurança, vamos municipalizar o transito fazer uma revisão completa da situação caótica atual, em uma politica de organização com o foco no pedestre e numa cultura de paz no transito;
ter uma moradia cidadã é com certeza um dos maiores desafios para a grande maioria dos Santa Cruzenses; além do deficit grave de moradias, com gente morando em casas alugadas com comprometimento importante da sua renda, é comum ver casas inadequadas e muitos núcleos familiares morando numa mesma residencia, tudo isso é agravado pelo crescimento desordenado da cidade , pois além do plano diretor da cidade não ser adequado, o poder publico não o aplica em praticamento toda a cidade, o município crescem ao ritmo e na capacidade dos cidadãos de buscar sua moradias, as comunidades vão se instalando em ruas não saneadas sem pavimentação e sem equipamento sociais adequados(saúde ,educação,esporte,cultura e lazer saudável), temos no nosso plano um eixo completo especifico para o desenvolvimento infraestrutural , além das questões que envolvem a revisão participativa do plano diretor, temos o objetivo garantir “ a moradia cidadã” para nossos conterrâneos ,mas que construir casas queremos criar comunidades e bairros cidadãos , faremos 1.000casas na cidade em áreas onde terá o chamado “centro integrado de cidadania” com equipamentos sociais adequadas,estes centros estarão distribuídos em toda a cidade nas áreas Urbana e Rural ,para o paraíso por tratar-se um bairro desassistido a décadas , temos uma plano especifico chamado“Paraíso Bairro cidadão”, para as pessoas que moram em comunidades sem assistência municipal,temos no plano a “comunidade cidadã”com intervenção planejada para cidadania.
O Turismo está no eixo do desenvolvimento econômico , como o objetivo nosso é o crescimento humano, e isto implica necessariamente em viabilizar emprego e renda na cidade,temos um conjunto de itens para reverter a subutilização do potencial turístico da cidade , o desenvolvimento da educação com IFRN e UFRN, e a existência do santuário de Santa Rita cria uma potencialidade de visitas, agregação de novos moradores e turismo estratégico para o desenvolvimento econômico, a cidade precisa portanto ser bonita atraente, limpa e acolhedora , os novos moradores precisam de condições adequadas de moradia, acesso a cultura,entretenimento , acesso a informação e urbanização adequada , o centro da cidade será reformado com ampliação de áreas de calçadões, incentivo a novos empreendimentos, a feira será coberta e urbanizada, com áreas de frios higienizada, teremos um mercado moderno e com uma área da feira permanente para produtores rurais e urbanos locais, a cidade terá uma “via Turística”, passando por fora do centro, com áreas de paradas para usufruir do comercio local, inclusive na feira permanente, o rio será limpo urbanizado e será construído uma nova ponte onde a “via turística” passará, esta via terminará no terminal turístico ( a ser construído)com quiosques para venda de produtos e áreas para cultura e lazer, criaremos parque arborizados nas proximidades dos açudes, com infraestrutura para o turismo, entre outras propostas.

GILBERTO: Escolha dois dos 4 candidatos e dirija-lhes uma ou mais perguntas.

DR PETRÔNIO: Não quero fazer perguntas e sim apelar a todos que façam uma politica de propostas e ideias, qualificando a campanha.


GILBERTO: Dirija-nos suas palavras finais e, se achar necessário, faça um apelo aos eleitores.

  DR. PETRÔNIO: Elogio a iniciativa da associação e qualquer outra iniciativa que promovam o debate politico, aos leitores do blog convoco a todos para qualificarmos está campanha, pois ela é a oportunidade de mudar a vida das pessoas e não palco de dissimulações e embates sem conteúdo e desqualificado, acredito que vamos transformar esta cidade e queremos afirmar que a mudança ocorrida no Brasil,prova que é possível uma nova forma de fazer politica e gestão voltada para o cidadão.