APOESC (Associação de Poetas Escritores Simpatizantes e Colaboradores)

A APOESC (Associação de Poetas Escritores Simpatizantes e Colaboradores), criada em 03.2010 em Santa Cruz -RN, existe para congregar amantes da cultura, apologistas e produtores da arte da palavra.


sexta-feira, 23 de setembro de 2011

RAIMUNDO, PADRE NOSSO DE CADA DIA - Nailson Costa

                
RAIMUNDO, PADRE NOSSO DE CADA DIA

Nunca se pode esquecer da grande colaboração que o então pároco da cidade, o Monsenhor Raimundo Gomes Barbosa, deu à luta pela adutora. A grande faixa que o religioso corajosamente colocara na fachada da matriz com os dizeres “Adutora sim, voto sim; adutora não, voto não!” fora decisiva para a implantação deste bem para o povo do Trairi.
            Por causa desta ação, o pároco foi homenageado pelo professor Nailson Costa com a poesia Raimundo, padre nosso de cada dia, publicada na antologia Monsenhor Raimundo, presente de Deus, a qual teve como compiladora a poetisa Aldenora Ribeiro, em que o poeta faz um trabalho de intertextualidade com uma das estrofes da poesia Poema de sete faces, de Carlos Drummond de Andrade. Todavia, ao contrário de Drummond que, em seu eu-lírico sente-se impotente diante da realidade, Nailson Costa louva a grande conquista, e o faz sem a rigidez parnasiana da forma, usando a brincadeira dos trocadilhos e a alegria livre do ritmo e da rima para dizer o quão poderoso é o povo quando luta bravamente pela construção de sua identidade.

                                   “Mundo mundo vasto mundo
                                        Se eu me chamasse Raimundo
                                   Seria uma rima, não seria uma solução
                                   (...)Mais vasto é meu coração.”
           
                                   “Mundo mundo vasto mundo.”
                                   O Raimundo que quero que veja
                                   É Raimundo da Santa Igreja
                                   Um mundo de oração.
                                   Ave Raimundo cheio de graça
                                   O Senhor está conosco em sua clara homilia
                                   Mas o poeta Drummond em sua rica poesia
                                   Não rimou o Raimundo dum profundo saber.

                                   Mundo, tão vasto mundo,
                                   Raimundo amigo, sacerdote, monsenhor
                                   Pontual, confessor, sincero, professor
                                   Vasto mundo, mais que rima pode ser.
                                  
                                   Raimundo do mundo de Rita Santa
                                   Cruz de nosso dia a dia
                                   Raimundo, Jesus e Maria
                                   Quão poético descrever!

                                   Santo bordão de Raimundo de luta!
                                   Bendita a adutora presente!
                                   Voto sim na água benta da gente
                                   Milagroso Raimundo também!

                                   “Mundo mundo vasto mundo”
                                   O mundo no verso ou na prosa
                                    De Raimundo Gomes Barbosa
                                   Carlos agora um relato tem.

                                   Raimundo, Raimundo, vasto Raimundo,
                                   O mundo de Carlos foi perdoado
                                   E por Raimundo abençoado
                                   Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. AMÉM.

            Por três bons motivos essa poesia não deve ser entendida como sendo de cunho encumiástico, ou seja, de bajulação a um nome que exerceu uma certa liderança na cidade: 1. O autor não é religioso e não tem nenhuma afinidade com o homenageado; 2.Necessário se faz que estejamos sempre a dizer que foi o povo em comunhão com a igreja católica os soldados vitoriosos dessa grande batalha, para que não surjam mais tarde politiqueiros dizendo-se pai da criança; 3.Quem tem como passatempo preferido a produção de textos literários ou científicos vive incessantemente à procura de temas para exercitar sua paixão. Aliás, os temas preferidos de Nailson Costa são os de cunho social.