APOESC (Associação de Poetas Escritores Simpatizantes e Colaboradores)

A APOESC (Associação de Poetas Escritores Simpatizantes e Colaboradores), criada em 03.2010 em Santa Cruz -RN, existe para congregar amantes da cultura, apologistas e produtores da arte da palavra.


sábado, 24 de setembro de 2011

COMENTÁRIO SOBRE POSTAGEM DE NAILSON - Francisca Joseni

 

Concordo com as palavras de Nailson [ver http://apoesc.blogspot.com/2011/09/raimundo-padre-nosso-de-cada-dia.html], pois necessário se faz que os verdadeiros heróis e heroinas da luta pelas adutoras sejam respeitados e lembrados: Monsenhor Expedito, Monsenhor Raimundo e os homens e mulheres deste vasto seco mundo que tanto lutaram pelo direito à água, à vida, à cidadania. Quando fiz a Especialização "Identidade Regional: A Questão Nordeste" a minha pesquisa foi sobre a "luta pelas adutoras" cujo trabalho apresentado teve como título "Atores sociais e políticos presentes no movimento água para todos na cidade de Santa Cruz - RN". No ano de 2004 juntamente com alguns amigos e professores de Santa Cruz lançamos o livro: "(Des)alinho: Ensaios de História Cultural e Social" e nele consta um recorte desta pesquisa. Dentro tantos testemunhos que encontramos ao longo da referida pesquisa ressalto este do engenheiro Rômulo Macedo responsável pela execução do programa adutor reconhecendo a importância da participação popular e que foi publicado numa entrevista concedida ao Jornal Tribuna do Norte em 06.07.97: "Nunca uma obra do Estado foi tão discutida e tão democraticamente debatida como esta Adutora Agreste/Trairi/Potengi... Esta adutora que foi inicialmente concebida no governo José Agripino (nós reformulamos e ampliamos os projetos e complementamos os estudos) não é uma obra só do Governo Garibaldi Filho, ela também é da Igreja que vem na luta há muito tempo, comandada pelo Monsenhor Expedito, é uma obra da bancada federal, que vai garantir recursos no Orçamento de 98, é da Assembléia Legislativa, que aprovou integralmente os procedimentos, e de várias associações organizadas do Estado, que fizeram questão de ir à imprensa dizer que aprovavam a obra. Tendo impressão que é uma obra de todo o povo do RN. Durante todo o processo de debates, eu estimo que não mais do que 20 pessoas se pronunciaram contra a adutora. Não mais do que 20 se declaram contrários a essa obra..." Baseada ainda nas pesquisas que foram realizadas ressalto ainda a participação dos estudantes através da União Secundarista dos Estudantes de Santa Cruz - USE;o Sindicato dos Trabalhadores em educação - Sinte-RN;o sindicato dos Bancários do RN;Wilson Bezerra Cavalcante - comerciante e líder do Bairro do Paraiso; Componentes da Companhia Teatral Arte Viva; e o povo. Nesta luta as participações especiais: Monsenhor Expedito - O Profeta das águas e Monsenhor Raimundo, além de uma grande participação de Hugo Tavares que sempre se fez presente nas ações e atividades realizadas pelo "Movimento água para todos". Monsenhor Raimundo,na época, com 32 anos de exercício sacerdotal na Paróquia de Santa Rita de Cássia empenhou-se com o Movimento "ADUTORA SIM, VOTO SIM; ADUTORA NÃO, VOTO NÃO" cujo objetivo era pregar o voto nulo nas eleições de 03.10.1998 - Governador, Senador, Deputado Estadual e Federal - se até 02.10.1998 o Sistema Adutor Agreste - Trairi - Potengi não fosse inaugurado em Santa Cruz - RN. Esta campanha foi desenvolvida da seguinte forma: por ocasião das missa em que atuava como Presidente da Celebração, Monsenhor Raimundo abria um espaço para informar em que situação se encontrava o projeto e alertava para o fato de que se o seu objetivo final não fosse atingido, deveriam todos optar pelo voto nulo. Outras estratégias utilizadas nessa campanha foram: o espaço da Rádio AM Santa Cruz quando das realizações de missas transmitidas e aposição na torre da Matriz de Santa Rita de Cássia de uma grande faixa branca com as letras azuis, enfatizando o tema do movimento. Essa faixa só foi retirada quando ocorreu a inauguração da Adutora. E muito se lutou - uns contra, outros a favor - mas o povo venceu e, no dia 30 de setembro de 1998, na presença de uma grande multidão, de auotridades políticas e eclesiais, a Adutora Monsenhor Expedito foi inaugurada. Portanto, o motivo deste tão grande comentário é para fortalecer o escrito por Professor Nailson: 1) pela luta da implantação do Projeto Adutor em Santa Cruz e por muitos outros fatos esta poesia à Monsenhor Raimundo é uma justa homenagem jamais será de cunho encumiástico. 2) O POVO, a participação popular ao longo de todo o processo da implantação das adutoras no RN foi fundamental para que ele se concretizasse, se este projeto tem um pai, reafirmo que esta paternidade é do POVO. 


FRANCISCA JOSENI DOS SANTOS - PROFESSORA - Especialista em Identidade Regional - A Questão Nordeste; Especialista em Psicopedagogia; Especializanda em Gestão Escolar; e POVO.