APOESC (Associação de Poetas Escritores Simpatizantes e Colaboradores)

A APOESC (Associação de Poetas Escritores Simpatizantes e Colaboradores), criada em 03.2010 em Santa Cruz -RN, existe para congregar amantes da cultura, apologistas e produtores da arte da palavra.


segunda-feira, 20 de março de 2017

NÃO JULGUE PELA APARÊNCIA - Gilberto Cardoso dos Santos


NÃO JULGUE PELA APARÊNCIA - Gilberto Cardoso dos Santos

O homem entrou na loja não muito bem vestido e ninguém lhe deu atenção. Olharam-no ressabiados e foram atender clientes mais promissores. Cansado de esperar, ele saiu e fez uma grande compra na loja vizinha.

Jesus disse há dois mil anos: “Não julgueis pela aparência” e o tempo tem se encarregado de comprovar a sensatez disto. Ele próprio, enquanto aqui esteve, foi vítima diária disto. Apesar de tal ordem ter procedido de tão respeitáveis lábios, poucos atentam para isso. Cristãos costumam negligenciar este preceito.

Quem não já ouviu falar de igrejas  vítimas de golpes? Lágrimas, palavras piedosas ditas com fervor, ternos caros e testemunhos mirabolantes foram suficientes para que alguém fosse visto como enviado de Deus deixando resultados amargos.

Quem não já viu o tratamento diferenciado que se concede aos que se vestem bem em quase toda instituição? Todavia, como nos diz a sabedoria popular, as aparências enganam. Comerciantes já se decepcionaram com gente bem vestida e afeiçoada, e tiveram gratas surpresas com pessoas de quem não esperavam muito.

Numa sociedade apressada e superficial, tão imbuída do espírito capitalista, o ter vale mais que o ser e a aparência vale mais que a essência. Há até quem afirme que a aparência é tudo. De fato, caro leitor, numa sociedade que julga tão superficialmente as pessoas, não devemos nos esquecer de que a primeira impressão é a que fica e ter cuidado com o visual. Todavia, bem fariam  funcionários de bancos e  atendentes de casas comerciais se atentassem para as palavras daquele que tão injustamente foi julgado devido suas origens e aparência - Jesus.

Você que me lê deve ter visto a reportagem sobre a moça velha de visual pouco convidativo (sem “aparência nem formosura” como diria Isaías) submetida às exigências dos famosos caçadores de talentos  que muito se espantaram com  sua voz. Milhões de telespectadores imaginaram-se diante de  grande fiasco, mas ela cantou e encantou. Daqueles lábios anônimos, saíram sons arrebatadores. Como a lendária voz das sereias, a todos ela atraiu  e se tornou, de repente, bela.

“Não julgue o livro pela capa”, dizem os mais afeitos à leitura. Teríamos menos mães solteiras se tal conselho fosse seguido e haveria menos discriminação e calotes. Não vote pela aparência, não dê um sim apressado ao pretendente de visual encantador, não se deixe levar  por preconceitos infundados. Procedendo assim, certamente erraremos menos e viveremos em um mundo bem melhor!

 GILBERTO CARDOSO DOS SANTOS