APOESC (Associação de Poetas Escritores Simpatizantes e Colaboradores)

A APOESC (Associação de Poetas Escritores Simpatizantes e Colaboradores), criada em 03.2010 em Santa Cruz -RN, existe para congregar amantes da cultura, apologistas e produtores da arte da palavra.


sexta-feira, 24 de março de 2017

BORA ESPALHAR POESIA POR ESSE MUNDÃO AFORA




Bora falar do Sertão
E exaltar o Nordeste
Terra de cabra da peste 

Onde nasceu Lampião
Dominguinhos, Gonzagão
E o forró que o povo adora
Bora gente sem demora
Versejar com a alegria
Bora espalhar poesia
Por esse mundão a fora.


Jaci Azevedo disse:


O tempo que atravessamos
De caos e escuridão

De injustiça e opressão
Vem dos votos que plantamos
Um alento é versejar
Até essa nuvem passar
Saudosos dos tempos de outrora
Sonhar não é heresia
Bora espalhar poesia
Por esse mundão afora!

Edcarlos Medeiros ... disse:

De versos nos abastamos
Para a vida florescer
Não deixemos perecer
Tudo que já conquistamos
O país que nós amamos
A classe política explora
Em cada verso que aflora
Ameniza essa agonia
“Bora espalhar poesia
Por esse mundão afora”

Cicero Rocha  disse:

Vamos espalhar sem medo,
Cultura nesse ambiente,
E mesmo virtualmente,

Vamos mostrar nosso enredo.
De noite ou de manhã cedo,
De madrugada, "vombora",
Porque toda hora é hora,
Tanto de noite ou de dia.
"Bora espalhar poesía,
Por esse mundão a fora".


um diluvio de poema
pra enxarcar o marásmo
com a força dum orgásmo

mais agil que uma ema
a solução do problema
ta na nossa mão agora
poetas! chegou a hora
de semear alegria
bora espalhar poesia
por esse mundão afora

é sextilha, oitavão,
decassílabo e quadrinha,
septilha bem na linha,
com rima e oração
galope e até quadrão
pois o momento implora
vamos logo sem demora
transbordar essa bacia
bora espalhar poesia
por esse mundão afora

você que é cordelista
tome essa briga por sua
em praças vilas e rua
honrem o nome de artista
botem um assunto na lista
que a inspiração estoura
a poesia aflora
seja de noite ou de dia
bora espalhar poesia
por esse mundão afora.


Adriano Bezerra disse:

Mesmo com a nossa vida
Imersa em dificuldades
Com as dores, as saudades
e tanta coisa invertida,
Coma esperança perdida
Porque a lei não vigora
Como brasileiro que chora
Por causa da covardia
Bora espalhar poesia
Por esse mundão afora