APOESC (Associação de Poetas Escritores Simpatizantes e Colaboradores)

A APOESC (Associação de Poetas Escritores Simpatizantes e Colaboradores), criada em 03.2010 em Santa Cruz -RN, existe para congregar amantes da cultura, apologistas e produtores da arte da palavra.


terça-feira, 3 de setembro de 2013

VOCÊ HOJE ME PAGA O QUE TEM FEITO COM POETAS MAIS FRACOS DO QUE EU - Maciel Souza



  • Você diz que estudou filosofia Que defende o saber entre os doutores Humilhou tantos outros cantadores Que tentaram enfrentá-lo em cantoria. Mas eu sei que pra tudo tem seu dia E aqui vou expor o orgulho seu Vão dizer que Maciel lhe venceu E pra isso começo do meu jeito VOCÊ HOJE ME PAGA O QUE TEM FEITO COM POETAS MAIS FRACOS DO QUE EU.
    Não tolero o seu verso pé quebrado Não agüento ouvir mais a sua voz Quer cantar então vá cantar a sós Já que insiste em ser tão dissimulado. Nunca vi alguém mais desafinado Poesia em você entristeceu Vá viver de outro meio, pois não deu Na verdade os seus versos têm defeito VOCÊ HOJE ME PAGA O QUE TEM FEITO COM POETAS MAIS FRACOS DO QUE EU.
    Errou muito ao cantar sobre Jesus Confundiu Nicodemos com Pilatos Fez pior ao falar sobre relatos Do messias até chegar à cruz. Eu aqui me disponho trazer luz Para os erros que você cometeu Muitos hoje confundem no que creu Por seus erros que aqui eu não aceito VOCÊ HOJE ME PAGA O QUE TEM FEITO COM POETAS MAIS FRACOS DO QUE EU.
    Da beleza espalhada nunca canta Do nordeste nem do vasto Brasil Sobre História só sabe do que viu Se não leu e também se não se encanta? Tanta escola enquanto esta anta Na verdade nem um pouco cresceu Para mim este pobre mal se deu Pois somente enrolar aqui não deixo VOCÊ HOJE ME PAGA O QUE TEM FEITO COM POETAS MAIS FRACOS DO QUE EU.
    É vergonha entre outros cantadores Com seu ritmo que fica a desejar O que sabe somente é maltratar Se juntando a outros detratores. O feitiço hoje lhe traz dissabores Seu orgulho pra mim já feneceu Escreveu mas não leu, o pau comeu Sem sobrar nem se quer o seu trejeito VOCÊ HOJE ME PAGA O QUE TEM FEITO COM POETAS MAIS FRACOS DO QUE EU.
    Falta rima, escansão, falta cadência Nesse pobre infeliz atrapalhado Que além de não ser bem informado Mais lhe falta um pedido de clemência. Também sei que aqui sua tendência É negar como sempre que perdeu Mas me sinto como se já correu Se aqui deito e rolo, rolo e deito VOCÊ HOJE ME PAGA O QUE TEM FEITO COM POETAS MAIS FRACOS DO QUE EU.