APOESC (Associação de Poetas Escritores Simpatizantes e Colaboradores)

A APOESC (Associação de Poetas Escritores Simpatizantes e Colaboradores), criada em 03.2010 em Santa Cruz -RN, existe para congregar amantes da cultura, apologistas e produtores da arte da palavra.


terça-feira, 23 de abril de 2013

A ESTRATÉGIA DE GATO MELADO - Gilberto Cardoso dos Santos


Gilberto Cardoso Dos Santos
“Gato Melado”, por sua força imagética, é um apelido que se destina  a grudar na memória dos que o ouvem. Apesar da grande popularidade, o conhecimento sobre esse cidadão restringia-se a Santa Cruz e adjacências, até à memorável Quinta-Feira Santa de 2008, quando a chuva caiu pesadamente causando grandes estragos no Rio Grande do Norte.  Uma ponte ruiu entre São Bento e Santa Cruz, impossibilitando o vai-vem costumeiro e obstaculizando o caminho de familiares que vinham doutros lugares loucos por um feriadão. Ônibus e carros pequenos pararam ante o abismo dando origem a um amontoado de bagagens e pessoas frustradas. A solução era retornar ou percorrer um lamacento braço de rio rumo ao destino pretendido. Foi aí que chegou Gato Melado com uma escada velha e uma ideia nova, disposto a lucrar com a desgraça alheia.

Colocou a longa escada numa parte abissal, facilitando grandemente a travessia. Um real era o valor exigido para que se tivesse o acesso. Não foram poucos os que pagaram pelo serviço! Logo chegou um helicóptero. Era a mais importante equipe de TV do estado que vinha para fazer cobertura. Encantaram-se com o jeito bonachão do dono da escada e com sua estratégia. Filmaram-no, e à noite o estado inteiro teve a oportunidade de vê-lo e saber da história. Aproveitando bem seu minuto de glória, sorriu para a câmera, encostou o polegar gordo em uma das têmporas e disse que aquilo era um ato de inteligência.

Sem dúvida foi uma boa estratégia, digna de figurar como ilustração em qualquer livro de autoajuda. Ele fez o que faz todo empresário de sucesso. Vislumbrou uma oportunidade onde todos, cegados pela adversidade,  só viam problemas. Foi desprezado por alguns, diga-se, mas o desprezo destes foi compensado pelos trocados de outros e, de sobra, teve seu instante de glória.

A escada de Gato Melado, frágil peça de madeira posta como ponte entre duas cidades, é uma viva ilustração do como funciona o capitalismo. Mostra, também, a razão de ser de toda criatividade humana, pois cada invento é uma ponte entre uma necessidade e uma superação. À semelhança de Gato Melado, líderes religiosos de todos os quadrantes deste mundo redondo,  fornecem escadas que conduzem a outras dimensões e lucram com isso. Trata-se, pois, de uma estratégia antiga, essa de improvisar caminhos entre os homens e seus objetivos.

À noitinha daquela quinta-feira santa estava a caminhar e vi uma pequena multidão se aglomerando à porta de um barzinho para vê-lo na TV.
A fama do conhecido moto taxista não parou por aí, pois sua atuação acabou por render-lhe também essa crônica e a trazê-lo a este blog.