APOESC (Associação de Poetas Escritores Simpatizantes e Colaboradores)

A APOESC (Associação de Poetas Escritores Simpatizantes e Colaboradores), criada em 03.2010 em Santa Cruz -RN, existe para congregar amantes da cultura, apologistas e produtores da arte da palavra.


sexta-feira, 13 de julho de 2012

MARCOS E OS ANÔNIMOS - Gilberto Cardoso dos Santos

Lutar com palavras é a luta mais vã. Entanto lutamos mal rompe a manhã. - Drummond


Caros amigos,


ontem conversei com Marcos Cavalcanti via celular. Ele explicou-me minuciosamente as razões de sua ojeriza ao anonimato. 
Marcos foi vítima de ataques desferidos pelo proprietário do extinto blog O Boca de Ferro, sem que em nada contribuísse para que tais ataques ocorressem. Este tinha endereço eletrônico, mas nem por isso deixava de ser anônimo. Felizmente, o Boca desculpou-se com Marcos posteriormente, pediu perdão por muitas coisas que postou. 

O perfil dele é o de quem, ousadamente, expõe suas ideias e não faz questão de se esconder. Isto certamente incomoda a muita gente, mas ele se dispõe a pagar o preço.

O bom senso e uma importante área do budismo - corroborados por estudos da mente - nos dizem que tentar mudar as pessoas, principalmente naquilo em que não nos afetam, é algo improfícuo, desgastante, uma luta vã.
Se ao invés de tentar modificar os outros mudássemos a nós mesmos o mundo seria bem melhor, não é mesmo?

Ele pediu-me que pusesse seu post UMA POSSÍVEL DESPEDIDA no corredor principal. Em parcial atendimento ao seu desejo de não lidar com aqueles que recusam identificar-se, decidi não postar no tópico escrito por ele quaisquer comentários, ofensivos ou elogiosos, escritos por pessoas não identificadas. 

Alberto respondeu ao último post dele, lá no tópico O DEUS COM QUEM NÃO SE BRINCA.

Apesar de declaradamente ateu, Marcos tem caracteres comuns aos buscados pela religião. Sentimentos de solidariedade, compaixão, respeito e aceitação do diferente, fazem parte de sua conduta e vocabulário. É ateu mas não é nocivo à sociedade, além de ser, reconhecidamente, uma das mentes mais brilhantes de Santa Cruz.

Por fim, minha gente, esforcemo-nos para não dar tanta importância ao que dizem ou deixam de dizer. A vida transcende as palavras. Não façamos tsunamis em copos d'água. Lutar com palavras é a luta mais vã.

Um abraço, e conto com a compreensão de vocês.

Reescrevi este post porque acidentalmente deletei o anterior e não pude recuperá-lo.