APOESC (Associação de Poetas Escritores Simpatizantes e Colaboradores)

A APOESC (Associação de Poetas Escritores Simpatizantes e Colaboradores), criada em 03.2010 em Santa Cruz -RN, existe para congregar amantes da cultura, apologistas e produtores da arte da palavra.


domingo, 27 de maio de 2012

NAS ESTRADAS Atuais DE BOM NOME - Epitácio Andrade



                           A música “Nas Estradas de Bom Nome”, do cantor e compositor Jonas Neto Escurinho, foi a grande vencedora do II Festival de Músicas do Cangaço, ocorrido na noite de 28 de abril de 2012, na Estação do Forró, em Serra Talhada/PE, capital nacional do xaxado e terra natal de Lampião, o “Rei do Cangaço”. Depois de uma primeira tentativa de converter em prosa o poema (http://apoesc.blogspot.com.br/2012/05/nas-estradas-de-bom-nome.html), apresenta-se uma segunda redação, desta feita sobre as estradas atuais do distrito de Bom Nome, pertencente ao município pernambucano de São José do Belmonte.
                                     Foto: Élio
                                    Escurinho: "Nas Estradas de Bom Nome"
                                   Com uma performance irretocável, Escurinho levou também o prêmio de melhor intérprete. "Nas Estradas de Bom Nome" (veja link abaixo) é uma música que mistura ritmos, do xote, passando pelo aboio, chegando ao reggae, e tem uma letra que associa o fenômeno do cangaço a Revolta de Princesa, movimento revolucionário no interior da Paraíba, na primeira metade do século XX.

http://www.youtube.com/watch?v=aLw1TumVXgw
Nas Estradas de Bom Nome
Escurinho 

                             Revelando um elevado nível qualitativo, o II Festival de Músicas do Cangaço contou com nomes como a cantora Lysia Condé, apresentando a música "Estradeiro", poema do potiguar Hélio Crisanto, musicado pelo laureado artista Zeca Brasil.
                                                       Foto: Élio
                                                                                            Lysia Condé e Escurinho
                     O II Festival de Músicas do Cangaço foi uma realização do Ponto de Cultura “Cabras de Lampião”, liderado pelo escritor Anildomá Willans de Souza, que durante o evento recebeu um exemplar do livro “A Saga dos Limões”, do pesquisador social Epitácio Andrade, doado para o museu do cangaço, e conversaram sobre uma possível programação cultural envolvendo o circuito histórico do cangaceiro potiguar Jesuíno Brilhante (1844-79).
                                                          Foto: Élio
                                                                              Epitácio Andrade e Anildomá Willans
                                             Natural de Serra Talhada, Escurinho com sua música vencedora homenageia o distrito onde passou uma parte da sua infância. Bom Nome é cortado ao meio pela rodovia BR-232, que liga a capital Recife ao interior pernambucano, e fica localizado no meio do percurso entre sua terra natal e São José do Belmonte.
                                                       Foto: Epitácio Andrade
                                                                                   BR 232 cruzando Bom Nome
                                                 Bom Nome não está a ermo, por isso foi um dos principais lugares de atuação de Lampião e seu bando de cangaceiros, sendo inclusive um dos coitos mais inexpugnável, onde o mascate libanês Benjamin Abraão Botto captou as únicas filmagens do grupo, que hoje compõem o filme "Baile Perfumado"(1997), de Paulo Caldas e Lírio Ferreira, com trilha sonora de Chico Science, Fred Zero Quatro e Lúcio Maia (do Nação Zumbi). 
                                                            Reprodução
                                           Cena de "Baile Perfumado"
                                   O atual entroncamento de estradas tem proporcionado a Bom Nome a chegada de ações das políticas públicas, nos campos da educação e da saúde, como é o caso da implantação do programa de saúde da família.
                                                        Foto: Epitácio Andrade 
                                Sede do Programa de Saúde da Família
                                   Observa-se também o desenvolvimento da consciência crítica na população de Bom Nome. O segmento social GLBT tem a representante da beleza pernambucana oriunda do distrito belmontense. Segundo noticiou o Portal de Belmonte(http://portalbelmonte.com.br/2012/03/transexual-do-bom-nome-distrito-de-sao-jose-do-belmonte-representa-pernambuco-no-miss-t-brasil-2012/), Pernambuco será representado pela transexual Vivianne Bezerra, "Vivi", no concurso Miss T Brasil 2012, que ocorrerá no mês de junho, no Rio de Janeiro/RJ.
                                                                        Foto: captada no Portal Belmonte 
                                                 Vivianne Bezerra
                                      A localização estratégica de Bom Nome resultou na confluência das  linhas de transmissão da Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (CHESF), que a partir de 2004 fez entrar em operação comercial uma subestação de grande porte e alta complexidade, distante 175 km da Usina de Paulo Afonso/BA.
                                                                     Foto: Epitácio Andrade
                                                              CHESF em Bom Nome
                                O maior empreendimento no setor de transporte na região nordeste, a construção da ferrovia transnordestina, margeia o distrito de Bom Nome. Ligando os portos de Suape no Recife/PE ao de Pecém em Fortaleza/CE, numa conexão com o sertão do Piauí, a ferrovia transnordestina que acompanha a BR 232 está com seus canteiros de obras nas proximidades da localidade de Bom Nome.
                                                        Foto: Epitácio Andrade
                                                                         Ferrovia Transnordestina
                                 As águas do eixo leste do Projeto de Integração do Rio São Francisco com as bacias hidrográficas do sertão setentrional (PISF), que irrigarão o Rio Pajeú, poderão chegar a Bom Nome por meio de um túnel, dispositivo da construção que permite chegar o recurso hídrico as regiões mais elevadas.
                                                       Foto: Epitácio Andrade
                                 Canal da Transposição do Rio São Francisco
                                Um casarão às margens das estradas atuais de Bom Nome assiste, abandonado e impassível, a história  passar.
                                                        Foto: Epitácio Andrade 
                            Casarão contemporâneo de Lampião em Bom Nome