APOESC (Associação de Poetas Escritores Simpatizantes e Colaboradores)

A APOESC (Associação de Poetas Escritores Simpatizantes e Colaboradores), criada em 03.2010 em Santa Cruz -RN, existe para congregar amantes da cultura, apologistas e produtores da arte da palavra.


domingo, 12 de fevereiro de 2012

Mais de uma Centena de Pessoas no Encontro da Família Limão em Luis Gomes/RN

(Arco de entrada da Serra de Luís Gomes - Foto Epitacio Andrade)

Na noite do último dia 07 de Fevereiro, na Serra de Luís Gomes, no alto oeste potiguar, o escritor Epitácio de Andrade Filho conseguiu reunir mais de uma centena de pessoas da Família Limão, cujos membros ficaram imortalizados na literatura sobre o cangaço, como os principais algozes do cangaceiro Jesuino Brilhante (1844-79).

A platéia do encontro cultural esteve constituída por delegações das cidades de Pau dos Ferros, Major Sales, Caicó, além de Luís Gomes, municípios do Rio Grande do Norte, que também foram sítios de ação do cangaço dos “Brilhantes com os Limões”, na segunda metade do século XIX.
Foto: Sgt Piragibe
Auditório lotado em Luís Gomes
O Museu “Escravo Jacó” foi gentilmente cedido para a realização sócio-cultural, pelo professor de história e vereador Luciano Pinheiro, que fez a abertura dos trabalhos da noite e deu as boas vindas às delegações participantes.

Reprodução: Tiara Andrade
Professor Luciano Pinheiro dá boas vindas aos presentes
O sargento William Felix Andrade, que é primo do médico psiquiatra e pesquisador social Epitácio de Andrade Filho, apresentou o autor de “A Saga dos Limões – Negritude no Enfrentamento ao Cangaço de Jesuíno Brilhante” aos membros da Família Limão, presentes ao evento histórico-cultural.

Reprodução: Tiara Andrade
Sargento Andrade apresentando o autor de “A Saga dos Limões”
A Família Limão recebeu festivamente o capitão médico Epitácio de Andrade Filho, que convidou à mesa principal o empresário Raimundo Nonato, representando a família de Pau dos Ferros; a professora Consolação Limão, representante do clã no município de Major Sales; a octogenária Ana Limão, pertencente aos Limões de Luís Gomes; e o construtor civil José Rodrigues Alves (Zé Limão), natural de Patu e residente em Caicó, dando conformação a heterogeneidade da família, que resistiu ao recrutamento forçado para a Guerra do Paraguai (1865-70), participou da Insurreição dos Quebra-quilos (1874-75) e enfrentou o cangaço de Jesuíno Brilhante (1871-79).

Reprodução: Tiara Andrade
Escritor Epitácio Andrade caminha entre os Limões
Tendo a mesa dividida com a Família Limão, o escritor Epitácio Andrade estimulou intervenções orais dos representantes familiares: O empresário Raimundo Nonato Limão lembrou a descendência cabocla, remanescente indígena e da negritude da família, ressaltando o seu caráter libertário; a matriarca Ana Limão, agradecendo a presença de seus consangüíneos, afirmou que estava muito feliz com os reencontros; a professora Consolação Limão, dizendo-se emocionada com aquela vivência existencial, informou que levará o conjunto do conhecimento histórico apresentado para o seu ambiente de trabalho; e, finalmente, Zé Limão afirmou que aquele momento era uma experiência de paz, como serão os caminhos do futuro das novas gerações da família.

Foto: Sgt Piragibe
Dr. Epitácio Andrade dividiu a mesa com a Família Limão
Trinta anos após serem fotografados pelo pesquisador Emanoel Cândido do Amaral, nas proximidades do Saco dos Limões, na zona rural de Patu/RN, José Rodrigues Alves (Zé Limão) e seus filhos Ângelo Márcio e Macélio Cordeiro Alves Limão posaram para fotografia histórica no encontro da Família Limão, em Luís Gomes, com o autor de "A Saga dos Limões", sob os olhares de Aucides Bezerra de Sales (no telão), parceiro de Emanoel em "Jesuíno Brilhante em história de quadrinhos".

Foto: Sgt Piragibe
O Autor, os limões de Patu e Aucides Sales no Telão
O encontro da Família Limão foi prestigiado pela Polícia Militar do Rio Grande do Norte. O tenente Júlio Batista, comandante da Companhia de Luis Gomes, compareceu ao evento cultural acompanhado pelo sargento William Felix Andrade, comandante do destacamento de Major Sales, que apresentou aos presentes o autor de "A Saga dos Limões". O capitão médico Epitácio Andrade resgatou a memória do cabo Preto Limão, comandante da emboscada fatal que culminou com a morte do cangaceiro Jesuíno Brilhante, no Serrote da Tropa, em São José de Brejo do Cruz/PB, no ano de 1879.

Foto: Sgt Piragibe
Tenente Júlio Batista e Sargento Andrade
Durante o encontro sócio-cultural, foi apresentado o documentário “O Lugar da Morte de Jesuíno Brilhante”, do pesquisador Epitácio Andrade, que serviu de referência documental para a dissertação de mestrado: “Lugares de Memória – Jesuíno Brilhante e os Testemunhos do Cangaço no Oeste do Rio Grande do Norte e Fronteira Paraibana”. No elenco da produção audiovisual estão o cidadão centenário Mário Valdemar Saraiva Leão, principal testemunha da história oral do cangaço dos Brilhantes com os Limões, e a benzedeira patuense Francisca de Mica, cultuadora da oração de fechamento de corpo utilizada na época do cangaço jesuínico.

Reprodução: Tiara Andrade
Benzedeira Francisca de Mica e Seu Mário Saraiva (2005)
Outra produção audiovisual exibida no encontro foi um documentário da Rede Potiguar de Televisão (RPTV), sob o título: “Cangaço e Negritude”, dirigido pela Jornalista Ana Paula Lopes, que registra o lançamento de “A Saga dos Limões”, nas cidades de Currais Novos, Acari, Caicó, Messias Targino e Patu, no Rio Grande do Norte, além de Catolé do Rocha, no estado da Paraíba.

Foto: Sgt Piragibe
Logomarca da RPTV
A sessão de autógrafos de "A Saga dos Limões", no final do encontro da Família Limão, foi acompanhada por vídeo clip do cantor Dudé Viana exibido no telão do Museu Escravo Jacó, e foi produzido durante o lançamento do livro na Câmara de Vereadores de Pau dos Ferros.

Foto: Sgt Piragibe
Vídeo clip do cantor Dudé Viana
O escritor Epitácio Andrade autografou o primeiro livro para a matriarca Ana Limão, oferecendo com a seguinte dedicatória: “A Dona Ana Limão, uma lembrança da história de nossos antepassados”.

Foto: Sgt Piragibe
Autógrafo para Dona Ana Limão
A Família Limão permaneceu participante até o final do encontro histórico, na Serra de Luís Gomes, no alto oeste potiguar, compondo extensa fila na sessão de Autógrafos dos últimos exemplares de “A Saga dos Limões”, que se encontra com a primeira edição esgotada.

Foto: Sgt Piragibe
Sessão de autógrafos no encontro da Família Limão
Para o escritor Epitácio de Andrade Filho, que se disse ensimesmado com o encontro do dia 07 de fevereiro, no alto da Serra de Luís Gomes, no extremo oeste do Rio Grande do Norte, “não restam dúvidas que a família Limão compõe parte do patrimônio histórico nacional”.

Veja fotos: