APOESC (Associação de Poetas Escritores Simpatizantes e Colaboradores)

A APOESC (Associação de Poetas Escritores Simpatizantes e Colaboradores), criada em 03.2010 em Santa Cruz -RN, existe para congregar amantes da cultura, apologistas e produtores da arte da palavra.


segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

Fórum Potiguar de Cultura é amanhã - Débora Raquiel

http://www.youtube.com/embed/kXCfg_cs2vQ


Natal - Representantes de 16 segmentos ligados às manifestações culturais estarão
reunidos em Natal na próxima terça-feira (28), durante o II Fórum Potiguar de Cultura.
O objetivo é reunir a classe artística e estabelecer diretrizes para a cultura no Rio
Grande do Norte. Durante o evento, que será realizado no auditório do Instituto Federal
de Educação Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte, ocorrerá o lançamento
da Cartilha das Diretrizes. O documento foi baseado nos encaminhamentos da edição
anterior e foi editado pelo Sebrae no Rio Grande do Norte.
Um dos temas que serão discutidos no Fórum será a economia criativa, termo criado
para nomear modelos de negócio ou gestão em atividades, produtos ou serviços
desenvolvidos a partir do conhecimento, criatividade ou capital intelectual e que visam
a geração de trabalho e renda. Grande parte dessas atividades vem do setor de cultura,
moda, design, música e artesanato. Outra parte, do setor de tecnologia e inovação como
o desenvolvimento de softwares, jogos eletrônicos e aparelhos de celular.
“O Fórum é uma forma de reivindicar para a classe artística representatividade e voz,
pensando no que é melhor para o meio cultural do Estado. Infelizmente, a produção
intelectual ainda é muito restritiva em termos de recursos”, explica a gestora do projeto
Sebrae 2014 de Produção Associada à Cultura, Cátia Muniz.
Outro assunto pautado pelo Fórum é a recente aprovação da lei que criou o Fundo
Estadual de Cultura, no final de 2011. Devem participar das discussões representantes
de 42 municípios do Rio Grande do Norte com representatividade no meio cultural
dessas cidades. O encontro funciona para discussão de temas imprescindíveis para
a construção do Plano Estadual de Cultura, especialmente no quesito paridade e
participação da sociedade civil organizada na construção desse plano.