APOESC (Associação de Poetas Escritores Simpatizantes e Colaboradores)

A APOESC (Associação de Poetas Escritores Simpatizantes e Colaboradores), criada em 03.2010 em Santa Cruz -RN, existe para congregar amantes da cultura, apologistas e produtores da arte da palavra.


domingo, 5 de junho de 2011

JOÃO DO VIALEJO - por Epitácio Andrade

João do Vialejo Anima Feiras do Agreste

João Maria de Oliveira, “João do Vialejo”, 50 anos, natural de Canguaretama, aprendeu a tocar vialejo na adolescência, e desde então, passou a animar as feiras das cidades da região do Agreste Potiguar. O músico tem um repertório variado, indo do forró ao frevo, passando por músicas das bandas de pífanos, que é tocado pela “gaita de boca” segurada pela mão esquerda, e com a mão direita faz o ritmo numa caixinha de percussão.


O vialejo é um instrumento musical de sopro/aspiro onde os sons são produzidos por um conjunto de palhetas (metal) livres. Esta “gaita de Boca” possui na sua embocadura um grupo de orifícios por onde o instrumentista sopra ou aspira o ar, produzindo assim o som, pela vibração das palhetas.

“Quando João chega às feiras, logo cedo, começa a juntar gente, para ouvir seu afinado vialejo”, comenta seu homônimo João Maria Vicente, coordenador da secretaria municipal de saúde. O harmonicista João do Vialejo é deficiente visual, desde infância, quando foi acometido por sarampo, resultando nesta grave sequela.

Vialejo, uma “gaita de boca”

“Quando João chega às feiras, logo cedo, começa a juntar gente, para ouvir seu afinado vialejo”, comenta seu homônimo João Maria Vicente, coordenador da secretaria municipal de saúde. O harmonicista João do Vialejo é deficiente visual, desde infância, quando foi acometido por sarampo, resultando nesta grave sequela.

Foto: Indalécio Andrade

Na Feira de Canguaretama: Epitácio, João Vicente e João do Vialejo

Em visita a feira de Canguaretama, no último dia 04 de junho, o médico e pesquisador social Epitácio Andrade constatou que João do Vialejo é um exemplo de superação das limitações impostas pela deficiência, além de perceber que ele é um exímio instrumentista. “Sua alegria é contagiante”, comentou o psiquiatra.


Para conhecer melhor o Dr Epitácio Andrade, clique em http://bloggcarsantos.blogspot.com/2011_04_01_archive.html