APOESC (Associação de Poetas Escritores Simpatizantes e Colaboradores)

A APOESC (Associação de Poetas Escritores Simpatizantes e Colaboradores), criada em 03.2010 em Santa Cruz -RN, existe para congregar amantes da cultura, apologistas e produtores da arte da palavra.


sábado, 28 de maio de 2016

Meia dúzia de homens de respeito Não se encontra no chão deste congresso - Gilberto Cardoso dos Santos


Meia dúzia de homens de respeito Não se encontra no chão deste congresso

Mote original de Hélio Crisanto: "Meia dúzia de homens de respeito
Não se encontra no chão deste país."

GLOSAS: Gilberto Cardoso dos Santos

Meu país ainda tem gente direita Que sustenta o que diz e com firmeza No caráter se vê sua grandeza Prometer, não cumprir vira desfeita Desfazer o que diz jamais aceita E por isso ao poder não tem acesso Na política se vê o retrocesso E a verdade perdeu o seu conceito Meia dúzia de homens de respeito Não se encontra no chão deste congresso.

Geralmente esta gente tão honesta
num aperto de mão vê segurança
Olhar firme transmite confiança
E por isso acredita em quem não presta
Acontece o que ele mais detesta
Da palavra se torna réu confesso
Dá seu voto pensando no progresso
Mas acaba tristonho, não tem jeito.
Meia dúzia de homens de respeito Não se encontra no chão deste congresso.

Doloroso é ser vítima do engano
Da palavra e promessa não cumprida
O hipócrita já vem de mão erguida
E inclui o honesto no seu plano
Este crê piamente num tirano
Que só visa dinheiro e mais sucesso
vicioso se torna esse processo
renovado e firmado a cada pleito
Meia dúzia de homens de respeito Não se encontra no chão deste congresso.