APOESC (Associação de Poetas Escritores Simpatizantes e Colaboradores)

A APOESC (Associação de Poetas Escritores Simpatizantes e Colaboradores), criada em 03.2010 em Santa Cruz -RN, existe para congregar amantes da cultura, apologistas e produtores da arte da palavra.


terça-feira, 12 de abril de 2016

VERSOS DE CRISPINIANO NETO E RESPOSTA DE ISMAEL GAIÃO


OUÇA O PRÓPRIO AUTOR, CRISPINIANO, DECLAMANDO SEUS VERSOS AQUI: 


Do poeta e jornalista Crispiniano Neto
DÊ UM LIVRO DE HISTÓRIA A UM COXINHA,
QUE ELE PODE DEIXAR DE SER FASCISTA...
Glosas:
I
Nós que cremos na recuperação
Dos que erram, que pecam, são do mal,
Também cremos que existe chance igual
Pra quem vive na alienação...
Para quem hoje atua sem noção
Espumando de ódio, igual nazista;
Já que a gente da esquerda é humanista
Ao invés de aceitar a picuinha
DAMOS LIVROS DE HISTÓRIA A UM COXINHA,
QUE ELE PODE DEIXAR DE SER FASCISTA...
II
Pra o Coxinha entender que as caravelas
Não vieram pra cá nos descobrir,
Mas vieram explorar e extorquir
Nosso mar, nosso ouro e as matas belas,
Que com cruzes e espadas, chumbo e velas
Dominaram com sanha escravagista,
Destruíram a paz coletivista
Desenhada na Carta de Caminha
DÊ UM LIVRO DE HISTÓRIA A UM COXINHA,
QUE ELE PODE DEIXAR DE SER FASCISTA...
III
Pra o Coxinha deixar de ter insônia
Implorando tortura, golpe e tanque,
Pra deixar de pedir que o ianque
Exproprie do Chuí à Amazônia,
Mostre a ele que o tempo da Colônia
Nos roubou ouro, prata e ametista
Enricou a Europa imperialista
Destruindo o Nirvana que aqui tinha...
DÊ UM LIVRO DE HISTÓRIA A UM COXINHA,
QUE ELE PODE DEIXAR DE SER FASCISTA...
IV
Este analfa político tem razão
De viver vomitando ódio e bravata,
Que o complexo cruel de vira-lata
Que o ataca, vem desde a escravidão
Que impôs preconceito e exclusão
E incutiu-lhe o espírito elitista,
Ariano, egocêntrico, mau, racista
Um trem doido que corre sem ter linha...
DÊ UM LIVRO DE HISTÓRIA A UM COXINHA,
QUE ELE PODE DEIXAR DE SER FASCISTA...
V
Dê-lhe um livro mostrando com altivez
Quem lutou no Brasil colonial
Contra o jugo cruel de Portugal
(Bate-estaca servil do império inglês)
Como os Beckman que foram contra as leis
E Felipe dos Santos, nativista,
Emboabas, mascates e uma lista
De revoltas sangrentas da terrinha
DÊ UM LIVRO DE HISTÓRIA A UM COXINHA,
QUE ELE PODE DEIXAR DE SER FASCISTA...
VI
De repente ele pode ter coragem
De estudar um pouquinho de História
Pra saber que nem sempre foi de glória
O Brasil do povão que em desvantagem
Confrontou o poder com a Cabanagem,
Sabinada e Balaios na conquista
Dos direitos na luta civilista
E os farrapos seguindo a mesma linha
DÊ UM LIVRO DE HISTÓRIA A UM COXINHA,
QUE ELE PODE DEIXAR DE SER FASCISTA...
VII
Pode ser que apesar de ser turrão
Esse analfa político compreenda
Que abolicionismo não foi lenda,
Nos três séculos da louca escravidão,
E que mesmo hoje em dia, na nação,
Inda existe o trabalho escravista,
Preconceito, exclusão, ódio machista
Desta elite que aos pobres espezinha
DÊ UM LIVRO DE HISTÓRIA A UM COXINHA,
QUE ELE PODE DEIXAR DE SER FASCISTA...
VIII
Para que esse “irmão” destrambelhado
Compreenda o que é a coisa pública
Diga a ele que a vinda da República
Foi um golpe por cima articulado,
Que o povão assistiu bestializado
Marechais com visão positivista,
Implantando o poder coronelista
Do café com o leite em dobradinha
DÊ UM LIVRO DE HISTÓRIA A UM COXINHA,
QUE ELE PODE DEIXAR DE SER FASCISTA...
IX
Depois veio Getúlio em luta dura
Deu o golpe nas urnas, sem o povo,
Pra depois implantar o Estado Novo
Massacrando a nação com a ditadura;
Mas depois de cair, esta figura,
Volta às urnas e o trono reconquista
Cria então o legado trabalhista
Com o qual a direita se aporrinha
DÊ UM LIVRO DE HISTÓRIA A UM COXINHA,
QUE ELE PODE DEIXAR DE SER FASCISTA...
X
Mostre a esses malucos que o Brasil
Recebeu JK com muito afinco
Com cinquenta janeiros só em cinco,
Depois Jânio correu a mais de mil
Contra Jango a direita do fuzil
Deu o golpe e com a sanha entreguista
Invertendo o discurso chauvinista
Troca o verde da pátria por verdinha...
DÊ UM LIVRO DE HISTÓRIA A UM COXINHA,
QUE ELE PODE DEIXAR DE SER FASCISTA...
XI
Eis que a luta do povo enfrenta o nó
Quando entende as mentiras desta laia
Ergue um grito de sangue em Araguaia,
Buriti Cristalino é sangue e pó,
No embate urbano e Caparaó
E nas greves do ABC paulista,
Se acabando o furor militarista
Quando a democracia se avizinha
DÊ UM LIVRO DE HISTÓRIA A UM COXINHA,
QUE ELE PODE DEIXAR DE SER FASCISTA...
XII
Diga a esse entreguista contumaz
Que o Brasil não engole tirania,
Que queremos bem mais democracia
E que golpe de Estado NUNCA MAIS...
Que a nação não aceita um passo atrás
DITADURA JAMAIS, Fora GOLPISTA
Que sem ódio e sem medo se conquista
Nosso sonho comum que se avizinha
DÊ UM LIVRO DE HISTÓRIA A UM COXINHA,
QUE ELE PODE DEIXAR DE SER FASCISTA...
XII
Os Coxinhas precisam entender
Que ninguém invadiu a presidência...
Foi o povo a votar com consciência
Que pôs Dilma no trono do poder
E que aprendam que aquele que perder
Se prepara pra disputar depois.
Se o povo, no trono, a Dilma pôs
Não podemos temer coxinha afoito
É DILMINHA NO TRONO ATÉ DEZOITO;
LULA LÁ DE DEZOITO A VINTE E DOIS



NEM UM SÉCULO DE ESTUDO NUM PETISTA 
FAZ TIRAR A LAVAGEM CEREBRAL
Ismael Gaião.
(Resposta ao poeta Crispiniano Neto, que escreveu no mote: 
DÊ UM LIVRO DE HISTÓ
RIA A UM COXINHA,
QUE ELE PODE DEIXAR DE SER FASCISTA).
I

Nós que temos a mente pra pensar
Sem ter medo, sem ter persuasão,
Conseguimos fazer a distinção
Entre o ético e o corrupto popular.
O partido que vive de enganar
Com cinismo, fazendo sempre o mal,
Fez gerar privação sensorial
No fanático que quer ser esquerdista...
NEM UM SÉCULO DE ESTUDO NUM PETISTA,
FAZ TIRAR A LAVAGEM CEREBRAL...
II
Pra o Petralha o que existe no país
É só fruto da sua malandragem,
Nessa história ele faz uma viagem
Comparando o que houve com o que diz.
Nosso índio que aqui foi infeliz,
Com a chegada das guangues de Cabral,
Nem sonhava o país descomunal
Com o governo de um grupo vigarista...
NEM UM SÉCULO DE ESTUDO NUM PETISTA,
FAZ TIRAR A LAVAGEM CEREBRAL.
III
Um Petralha acredita que os viventes
Irão sempre escutar suas sandices,
Porque foi através das cretinices
Que o PT elegeu dois presidentes.
Pra poder derrotar seus concorrentes
Fez até terrorismo eleitoral,
Se igualando a quem é neoliberal
E se unindo à corrente malufista...
NEM UM SÉCULO DE ESTUDO NUM PETISTA,
FAZ TIRAR A LAVAGEM CEREBRAL.
IV
Um político PeTralha é um falsário
Porque faz um discurso contra a elite,
Porém usa o poder, sem ter limite,
Pra roubar e ficar milionário.
O seu líder surgiu como operário,
Mas mudou pra poder ter capital.
Construiu alianças, sem moral
E amansou seu discurso populista...
NEM UM SÉCULO DE ESTUDO NUM PETISTA,
FAZ TIRAR A LAVAGEM CEREBRAL.
V
Cegamente, um PeTralha, certa vez,
Comparou o PT com a nossa história.
Esqueceu que na sua trajetória
O PT fez vergonha no que fez.
Prometeu um governo de honradez,
Mas chegando ao poder foi imoral.
Nos roubou muito mais do que Cabral
E qualquer presidente direitista...
NEM UM SÉCULO DE ESTUDO NUM PETISTA,
FAZ TIRAR A LAVAGEM CEREBRAL.
VI
O PT com uma história bem recente
Nada tem com o tal descobrimento
E o Petralha sem ter discernimento
Escreveu seu poema incoerente.
O passado interessa à nossa gente,
Mas também lhe interessa o atual.
E o PT no Brasil colonial
Ia ser simplesmente um entreguista...
NEM UM SÉCULO DE ESTUDO NUM PETISTA,
FAZ TIRAR A LAVAGEM CEREBRAL.
VII
O Petralha só fala do passado,
Dos guerreiros heróis da abolição,
Esquecendo a atual situação,
Que o PT nos deixou desgovernado.
Cada dia o Brasil é mais roubado
Com o aval do governo federal,
Quem mentiu na campanha eleitoral
Vem agora dizer que é humanista...
NEM UM SÉCULO DE ESTUDO NUM PETISTA,
FAZ TIRAR A LAVAGEM CEREBRAL.
VIII
O Brasil conheceu no “Mensalão”
A conduta dos líderes do PT,
Mesmo assim o PeTralha não quer crê
Que o PT pra roubar é um campeão.
Tendo muitos políticos na prisão,
Por ter feito conchavos sem igual,
O PT hoje afirma que é normal
Governar com um padrão fisiologista...
NEM UM SÉCULO DE ESTUDO NUM PETISTA,
FAZ TIRAR A LAVAGEM CEREBRAL.
IX
O PT se apossou da Petrobras
Pra fazer centro de corrupções,
Quem lutou contra as privatizações,
Quando está no Governo é o que mais faz.
Por fazer falcatruas na Hemobras,
Os petistas que estavam na estatal,
Permitiram à Polícia Federal
Incluir mais alguns na sua lista...
NEM UM SÉCULO DE ESTUDO NUM PETISTA,
FAZ TIRAR A LAVAGEM CEREBRAL.
X
O PeTralha sem ter acuidade
Se esqueceu que o PT com seus caprichos,
Imitando a Revolução dos Bichos,
Transformou ficção em realidade.
Governou exaltando a igualdade,
Porém sua ganância escomunal
Transformou o Brasil num lamaçal
Do partido e da base governista...
NEM UM SÉCULO DE ESTUDO NUM PETISTA,
FAZ TIRAR A LAVAGEM CEREBRAL.
XI
Qualquer um que atrapalhe algum cartel,
Tem bandidos o que tiram do caminho,
Foi assim que fizeram com Toninho,
E com a morte de Celso Daniel.
E o PeTralha escreveu o seu cordel
Relembrando o Brasil colonial,
Esquecendo que hoje é tudo igual,
E que Lula é mais um capitalista...
NEM UM SÉCULO DE ESTUDO NUM PETISTA,
FAZ TIRAR A LAVAGEM CEREBRAL.
XII
O PeTralha com frases decoradas
Fala mal das elites promissoras,
Se esquecendo das grandes construtoras
Que o PT deixou beneficiadas.
Suas obras são superfaturadas
Pra roubar o tesouro nacional
E o PT comeu muito do total
Pra fazer um governo oportunista...
NEM UM SÉCULO DE ESTUDO NUM PETISTA,
FAZ TIRAR A LAVAGEM CEREBRAL.
XIII
O PT com a sede de poder
Para todos eleitos gritou FORA,
Mas o impeachment que o povo pede agora,
Diz que é GOLPE, porque não quer perder.
E o PeTralha devia compreender.
Que o seu choro é só coisa bestial,
Porque Dilma governa muito mal,
Bem pior do que era terrorista...
NEM UM SÉCULO DE ESTUDO NUM PETISTA,
FAZ TIRAR A LAVAGEM CEREBRAL.