APOESC (Associação de Poetas Escritores Simpatizantes e Colaboradores)

A APOESC (Associação de Poetas Escritores Simpatizantes e Colaboradores), criada em 03.2010 em Santa Cruz -RN, existe para congregar amantes da cultura, apologistas e produtores da arte da palavra.


quarta-feira, 7 de novembro de 2012

Circo e Reabilitação Psicossocial – O Caso do Palhaço Tutti-fruti




Alberi Silva, psiquiatra Epitácio e arte-educador Aucides

O policial militar reformado Alberi Silva está reafirmando, a cada instante, a importância da atividade circense no seu processo de reabilitação psicossocial, como ocorreu num simpósio sobre saúde mental, arte circense e culturas indígena/cigana, realizado em 27 de março de 2012, dia nacional do circo, no município de Senador Georgino Avelino, no litoral Sul do Rio Grande do Norte.
Em parceria com o médico psiquiatra e pesquisador social Epitácio Andrade, do quadro de oficiais de saúde da Policia Militar, e com o arte-educador Aucides Bezerra de Sales, pesquisador da Fundação Cultural José Augusto, o trio de profissionais elaborou uma comédia envolvendo palhaços para ser apresentada numa atividade recreativa do referido simpósio, dedicada a crianças e adolescentes, cujo objetivo é intervir no problema do assédio escolar (Bullying).

Reunião no Centro Clínico da PM
O projeto vem recebendo o incentivo da diretoria de saúde da Polícia Militar, que se reuniu com a equipe no centro clínico, com a presença do coronel Ricardo Souza, diretor da unidade de saúde, quando foi entregue material informativo e justificativa sobre o papel reabilitativo das ações desenvolvidas pelo policial reformado Alberi Silva, que conta com o suporte sócioterápico do psicólogo Alexandre Bosco de Oliveira Silva.
Pipocão e Tutti-frut

Com o intuito de desenvolver um instrumental teórico-prático de enfrentamento ao problema representado pelo assédio de escolares na faixa etária de 07 a 14 anos, formulou-se um esquete cênico para os palhaços “Tutti-fruty” & “Pipocão”, com adaptação de textos circenses e polêmicas sobre alimentos industrializados e naturais, para que num espetáculo interativo com a platéia formada por escolares e professores, possa se realizar uma comédia anti-bullying.

Com crianças após apresentação da comédia
“Bulindo cum eu – Uma Comédia Anti-bullying” é um espetáculo com duração aproximada de uma hora e os palhaços são incorporados pelo arte-educador Aucides Sales e pelo artista circense e policial militar reformado Alberi Silva, sendo registradas as observações comportamentais da platéia escolar, previamente conhecida por meio de contatos com a docência, pelo médico psiquiatra Epitácio Andrade e pelo psicólogo Alexandre Bosco.

Trabalho sendo apresentado em evento nacional

Este trabalho sobre prevenção da violência escolar que é protagonizado pelo palhaço Tutti-fruty, incorporado pelo policial reformado Alberi Silva, em parcerias com escolas, conselhos tutelares e outras instituições já conta com mais de uma dezena de apresentações em várias cidades do Rio Grande do Norte e foi apresentado, na forma de pôster, pelo psiquiatra Epitácio Andrade na II Mostra Nacional de Práticas Psicológicas, no período de 20 a 22 de setembro de 2012, no centro de convenções do Anhembi, em São Paulo/SP.
Texto: Epitácio de Andrade. Médico Psiquiatra e Pesquisador Social