APOESC (Associação de Poetas Escritores Simpatizantes e Colaboradores)

A APOESC (Associação de Poetas Escritores Simpatizantes e Colaboradores), criada em 03.2010 em Santa Cruz -RN, existe para congregar amantes da cultura, apologistas e produtores da arte da palavra.


segunda-feira, 16 de julho de 2012

MEDICINA SIM! ASSIM OU ASSADO! - Marcos Cavalcanti

Marcos Cavalcanti
A morte nunca elimina o grande homem porque seus atos continuam repercutindo, inspirando os outros. Monsenhor Raimundo esta sendo reeditado, revivido nesta importante discussão em que dois grandes homens de nossa terra, Hugo Tavares e Nailson Costa emitem suas honestas opiniões sobre um mesmo tema; o desejo de ambos é igual, o que difere é somente o método da luta. Hugo, que tem participado ativamente das discussões prévias, acredita que reeditando a frase de Monsenhor Raimundo pode ajudar a reverter para Santa Cruz a indicação do curso de Medicina, que atualmente é a de que seja instalado em Caicó. A de Nailson é a esperança de que os critérios, se forem os técnicos e estruturais, sejam, por si sós, suficientes para isso. Confesso que não conheço as condições técnicas e estruturais de Caicó, mas como ambos, também desejo que o curso fique aqui em Santa Cruz. Então sejamos realistas, há dois proponentes desejosos e um só curso de Medicina a ser instalado. Ora, como bem observou Nailson, em seu texto, nos finalmentes, é a política que está em cima, em baixo, por dentro, por fora e nos lados que acaba por ser determinante na escolha. Como disse, não conheço os argumentos de Caicó, talvez sejam até legítimos, mas sei que os nossos são fortes, aliás, fortíssimos, senão vejamos: presença da UFRN em nossa cidade, com altos investimentos técnico-estruturais e humanos, notadamente na área da biomedicina; presença da UERN; presença do Hospital Universitário Ana Bezerra, que há anos serve de Residência para a formação final de muitos médicos; construção de uma residência universitária; a localização geográfica de nossa região, equidistante entre Natal, a Região do Seridó, o Agreste e o Potengi, o que abre condições muito mais favoráveis para ingresso de estudantes de todas estas regiões; enfim, estamos do ponto de vista técnico-estrutural e humano preparados para nos transformar num polo de excelência na área da biomédica, em nosso estado. Então, o que falta, o método, a luta que faz ecoar os versos de Vandré “quem sabe faz a hora, não espera acontecer...”. Esta já deu os seus primeiros passos, então, impulsionemo-la ainda mais. Sugiro que façamos uma grande marcha SUPRAPARTIDÁRIA (todas as charangas dos candidatos atuais são bem-vindas, mas com uma única bandeira, a do Curso de Medicina. Números, fotografias de candidatos, slogan e símbolos de campanha são terminantemente proibidos) que saia da Igreja matriz com destino aos prédios da UFRN; que mobilizemos todas as escolas (públicas e privadas) para este dia, com a coordenação da 7ª DIRED; que as instituições confeccionem faixas reivindicativas; que convoquemos toda a imprensa do estado; que os nossos blogs repercutam o antes, o durante e o depois; que as rádios façam também o seu chamamento. Depois da mobilização, que convoquemos uma audiência pública, convidando os principais personagens envolvidos, inclusive os representantes de Caicó; reitores, representantes do MEC, entre outros, para uma grande discussão sobre o tema. Eis o meu voto, nesta discussão, e me comprometo também com a confecção de uma faixa que dirá assim: DEPOSITO TODOS OS MEUS VOTOS NA INSTALAÇÃO DO CURSO DE MEDICINA EM SANTA CRUZ.