APOESC (Associação de Poetas Escritores Simpatizantes e Colaboradores)

A APOESC (Associação de Poetas Escritores Simpatizantes e Colaboradores), criada em 03.2010 em Santa Cruz -RN, existe para congregar amantes da cultura, apologistas e produtores da arte da palavra.


quinta-feira, 30 de outubro de 2014

QUANDO A CABEÇA PINTA... A PINTA BAIXA A CABEÇA



Eu quero dar um recado
pra quem completou sessenta,
que a cabeça está cinzenta
e com motor enguiçado,
do seu tempo de tarado
é bem melhor que se esqueça.
à lei da vida obedeça
que sessenta não é trinta.
E quando a cabeça pinta,
a pinta baixa a cabeça.

Eu com cinquenta de idade,
meu cabelo já pintou
e o que era brabo ficou
manso, demente e covarde.
Trabalha pela metade,
tudo impede que ele cresça.
Sua força está de terça 
e vai findar numa quinta. 
Que quando a cabeça pinta,
a pinta baixa a cabeça.

O Egídio anda sem fé,
pra o  chamego é incapaz
tenta fazer mais não faz
pois,  nada fica de pé.
Sei que homem Egídio é,
mas de ser macho ele esqueça. 
Se conforme e  reconheça
que já inteirou dois trinta.
E quando a cabeça pinta,
a pinta baixa a cabeça.

E o Ivo só diz que é macho
mas nisso eu não acredito,
sua bola está sem pito
e seu pino está pra baixo.
Seu fruto murchou do cacho
e nada faz que ele cresça.
Só falta que ele esclareça,
diga a verdade não minta.
Que quando a cabeça pinta,
a pinta baixa a cabeça.

Me disseram que Zequinha, 
há certo tempo passado,
de galo até foi chamado, 
pela fama que ele tinha.
Hoje vai pra camarinha
e ronca até que amanheça,
daqueles tempos ele esqueça,
somente saudade sinta.
Pois quando a cabeça pinta,
a pinta baixa a cabeça.

Roberto já está pintando,
e isso não é bom sinal.
E garanto que esse mal,
doutor nenhum tá curando.
O cabelo branqueando,
da juventude se esqueça.
A uma escala obedeça,
seja na sexta ou na quinta.
Que quando a cabeça pinta,
a pinta baixa cabeça. 

E aos jovens que aqui estão,
que ficaram me gozando,
vejam se já estão pintando,
se não estão, ficarão.
Cuidado com a gozação,
de orgulho não padeça.
Para que não aconteça,
de pintarem antes dos trinta.
pois quando a cabeça pinta,
a pinta baixa a cabeça.

Autor: Chico Gabriel


Mais versos neste mote: