APOESC (Associação de Poetas Escritores Simpatizantes e Colaboradores)

A APOESC (Associação de Poetas Escritores Simpatizantes e Colaboradores), criada em 03.2010 em Santa Cruz -RN, existe para congregar amantes da cultura, apologistas e produtores da arte da palavra.


quinta-feira, 14 de março de 2013

Poema Ao sapientíssimo rei - Júnior



Ó sapientíssimo rei,
Venho de terra distante.
Tu, com teus livros na estante,
Ensine-me o que não sei!

Quanta presença!
(É de nascença?).
Sim, sabes tudo!
(Um cabeçudo...).

Ó sapientíssimo rei,
Venho de terra distante.
Tu, com teus livros na estante,
Ensine-me o que não sei!

Sabes doar!
(Estou a suar...).
Mor professor!
(Ai, quanta dor...).

Ó sapientíssimo rei,
Venho de terra distante.
Tu, com teus livros na estante,
Ensine-me o que não sei!

Recite um verso!
(Leu ao inverso...).
Que tal a dança?
(Nossa, que pança...).

Ó sapientíssimo rei,
Venho de terra distante.
Tu, com teus livros na estante,
Ensine-me o que não sei!

Uma canção!
(Não tem pulmão...).
Tu esculturas?
(Caricaturas...).

Ó sapientíssimo rei,
Venho de terra distante.
Tu, com teus livros na estante,
Ensine-me o que não sei!

Algum profeta!
(Grande pateta...).
Um nobre vate!
(Alguém me mate...).

Ó sapientíssimo rei,
Venho de terra distante.
Tu, com teus livros na estante,
Ensine-me o que não sei!

Todos te amam!
(Eles se infamam...).
O povo urra!
(Só gente burra...).