APOESC (Associação de Poetas Escritores Simpatizantes e Colaboradores)

A APOESC (Associação de Poetas Escritores Simpatizantes e Colaboradores), criada em 03.2010 em Santa Cruz -RN, existe para congregar amantes da cultura, apologistas e produtores da arte da palavra.


segunda-feira, 11 de junho de 2012

MATÉRIA PUBLICADA SOBRE GILBERTO C. DOS SANTOS


Cordel

Gilberto Cardoso dos Santos - "Poeta da Amizade"
Gilberto mostra cordel sobre poeta conterrâneo
                                      Nascido em 07 de outubro de 1964, o cordelista Gilberto Cardoso dos Santos é conterrâneo paraibano-cuiteense do poeta Dinamérico Soares, para quem publicou um cordel que o chama de "filho da poesia".
Capa do cordel alusivo a Santa Rita

                                          Desde adolescência, radicado em Santa Cruz, no agreste potiguar, terra da maior estátua católica do mundo, Gilberto Cardoso é um sujeito fomentador das amizades e renovador da fraternidade, características de caráter que contribuíram para lhe inspirar na elaboração do folheto de cordel "A Saga de Santa Rita - Da Itália a Santa Cruz".
Os Segredos da Amizade
                                  Formado em Letras pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte e especializado em Língua Portuguesa, "O Poeta da Amizade" formulou um cordel sobre os segredos da amizade, que preceitua os princípios filosóficos que dão sustentação a mais necessária das relações humanas para a manutenção da saúde mental.
Sobre Jesus Cristo

                                      Sobre sua amizade com Jesus Cristo, recitou "O Homem que Mudou a História".
Cordel sobre Mons. Raimundo
                                      A rotina do artista é uma tessitura entre a construção das amizades e a formulação poética, dessa maneira produz seus poemas sobre personagens do quotidiano. Para o sacerdote Monsenhor Raimundo, recitou o acróstico: "Padre cheio de carinho/Amigo em horas cruéis/Dedicado sacerdote/Restaurador dos Fiéis/Ensinador de verdades". "Repulsa tinha aos lauréis/A vida que escolheu/Impôs-lhe duros papéis/Mas ele prosseguiu firme/Unindo até infiéis/Na busca de algo novo/Deixando para seu povo/O exemplo de Moisés".
Seu Quinado
                                   O poeta da amizade vai ao encontro do povo e, com maestria, recita a gente simples do sertão nordestino. Pode-se constatar tal assertiva, no folhetos de cordel "A Morte de Seu Quinado" e "Meu Encontro com o Xexéu".
Sobre o cordelista Xexéu
                        Viaja do popular ao erudito, sem dificuldades. No campo da cultura popular, realizou importantes resgates históricos que estão consubstanciados nos folhetos: "Loucuras de Zé Limeira - O Poeta do Absurdo" e "A Cunfissão dos Caboco Zé da Luz e de Luzia".
Resgate do poeta Zé Limeira
Sobre poeta Zé da Luz e declamador Zé de Luzia
                     No campo mais próximo do erudito, recitou em versos "Vida de Roberto Carlos", o rei que quer "ter um milhão de amigos" e a bela poesia "A Incrível História de Ben Carson", que termina com o acróstico: "Graças a mães desse porte/Incríveis coisas se dão/Levantam-se grandes homens/Bons em qualquer profissão/Elas fazem diferença/Remam contra a provação/Tempos depois aparece/O fruto de sua ação".
Sobre Roberto Carlos
Sobre Ben Carson
                    De volta ao popular, o poeta discorre em "A Incrível História de Dick", um pouco de sua amizade com os animais, e em "Messias, o Rei do Nó, e a Mágica Desastrada", fala sobre sua amizade com figuras folclóricas.
Amizade com os animais
Amizade com figuras folclóricas
                       Para seu amigo Hugo Tavares Dutra, uma das principais lideranças do movimento pela radiodifusão comunitária, Gilberto Cardoso publicou o folheto de cordel "Um Brasileiro Insistente".
Sobre Hugo Tavares
                     Seu amigo-irmão o cantor e compositor Hélio Crisanto foi presenteado com uma biografia em versos.
Sobre Hélio Crisanto
                   No dia 29 de agosto de 2011, durante o lançamento do livro "A Saga dos Limões - Negritude no Enfrentamento ao Cangaço de Jesuíno Brilhante", em Natal, capital do Rio Grande do Norte, Gilberto Cardoso dos Santos, "O Poeta da Amizade", ofereceu ao autor, seu amigo Epitácio de Andrade Filho, o folheto de cordel: "O Doutor e o Cangaceiro - A Saga de Doutor Epitácio Andrade com Jesuíno Brilhante e a Família Limão".
Capa de "O Doutor e o Cangaceiro"


AUTOR: DR. EPITÁCIO ANDRADE FILHO
FONTE: COSMOGONIA