APOESC (Associação de Poetas Escritores Simpatizantes e Colaboradores)

A APOESC (Associação de Poetas Escritores Simpatizantes e Colaboradores), criada em 03.2010 em Santa Cruz -RN, existe para congregar amantes da cultura, apologistas e produtores da arte da palavra.


segunda-feira, 11 de junho de 2012

ENTREVISTA COM AMAÍ , DISCÍPULA DE INRI CRISTO



Leia parte da entrevista que fiz com Amaí, uma das principais discípulas de INRI Cristo, publicada integralmente em COMUNIDADE GOSTO DE UM PAPO-CABEÇA.


Olá, Amaí! para começo de conversa, gostaria que nos falasse da fase de sua vida anterior ao encontro com INRI. Que crenças mantinha? Como era seu dia-a-dia? Qual nome lhe foi dado pela família? Tinha namorado? Era feliz? Trabalhava?

Gilberto, eis meu relato:
Eu vivia de maneira comum, como qualquer adolescente que está em busca da tão almejada felicidade permanente.
Morava em Curitiba/PR, trabalhava na central de processamento de dados do extinto Bamerindus, atual HSBC. Estudava Letras porque ainda não tinha certeza plena de minha verdadeira vocação, mas não queria parar os estudos por causa da indecisão. E como toda jovem fazia inúmeros planos para o futuro: quiçá morar um tempo nos EUA a fim de aperfeiçoar o Inglês, viver sozinha, independente da família; após um período de solidão para o tão sonhado auto-conhecimento, ambicionava viver um relacionamento baseado no amor verdadeiro. Enfim, meus objetivos eram bem simples, nada de especial, nem tão grandioso. Obviamente, como todas as pessoas jovens, fui a danceterias, namorei, me diverti dentro dos limites da educação que me foi imposta, e de acordo com meu senso de equilíbrio moral.
Quanto ao meu nome civil, não costumamos revelar nossos nomes anteriores, pois as pessoas que não acreditam em INRI CRISTO poderiam, até para afrontá-lo e a nós, ficar nos chamando exatamente pelo nome antigo, não respeitando nossa realidade.
Em relação à pergunta se eu era feliz, evidente que tinha momentos de alegria, mas não era completamente feliz, sentia uma inquietude espiritual muito grande, uma necessidade veemente de encontrar a paz interior e saber mais sobre mim e sobre o Criador Supremo.
Eu era católica não praticante, me entendiavam os sermões enfadonhos dos “padres”. Sentia-me como um peixe fora d’água em minhas poucas visitas à igreja. No início da adolescência li vários livros de auto-ajuda a fim de mascarar um pouco o vazio interior. Embora tivesse tudo ou quase tudo o que uma pessoa pode querer na vida – uma família onde o convívio era agraciado de paz, amor e harmonia, um bom trabalho condizente com minha idade, facilidade de assimilação nos estudos – não tinha o principal, O CONHECIMENTO DA VERDADE. E quando ela chega não há mais prazer nas frivolidades habituais.
Vi INRI CRISTO pela primeira vez quando eu tinha dezenove anos num programa de TV em Curitiba. Mesmo estando de costas para TV realizando um labor doméstico, sem ver seu rosto, falei bem alto: “Jesus!”. Virei-me e sentei para ouvi-lo. Mas eu tinha a faculdade de reconhecê-lo facilmente por sua voz, e não por sua imagem. Então, quando o fitei na telinha, olvidei-me ou mesmo nem percebi que eu havia o reconhecido anteriormente, porque foi tudo muito rápido. E como havia uma pessoa no recinto que blasfemava contra INRI, senti-me um pouco acuada, estupefata para anotar as informações de contato que apareciam na tela da TV. Todavia, quando algo está no nosso destino, não há como esquivar-se. Logo na semana seguinte, alguém me avisou que INRI estava falando no rádio. Então, finalmente anotei o telefone e fui ao seu encontro. Meu primeiro contato pessoal com INRI foi em novembro de 1989 na sede provisória do Reino de DEUS formalizado pela SOUST – Suprema Ordem Universal da Santíssima Trindade, em Curitiba – desde 2006 definitivamente sediada em Brasília, a Nova Jerusalém do Apocalipse c.21. (Se desejarem um resumex do histórico da transferência da SOUST, conforme previsto nos Estatutos desde a fundação em 1982, solicitem-nos via e-mail mepic@inricristo.org.br ).
Gilberto, o que mais me chamou a atenção no INRI foi indubitavelmente sua voz. Ela é ao mesmo tempo forte, mas acalenta minha alma, eleva meu espírito ao estado de êxtase transcendental. É a mesma voz que INRI CRISTO tinha quando se chamava Jesus, eu reconheci conforme está registrado em João cap.10 v.4 que seu rebanho o reconheceria por sua voz.

Quando abriram as cortinas do Altar da Santíssima Trindade e INRI surgiu trajando sua inseparável túnica branca, senti no primeiro instante apenas medo, como um filho(a) que reencontra o pai e sabe que aprontou, ou ainda como o temor do réu diante do juiz. E INRI percebeu minha inquietação, e disse para todos os presentes: “Não precisam ter medo de mim”. Eu fiquei estupefata como ele podia saber o que se passava em meu interior.
INRI CRISTO - mesma voz de dois mil anos
Gilberto, sem dúvida alguma, o reconhecimento da voz de INRI CRISTO foi o fator determinante que me trouxe a convicção plena de sua identidade.
Para facultar aos leitores a possibilidade de compreender como se deu este reconhecimento, eis o meu relato:
Estava na reunião com várias pessoas presentes quando, ainda incerta quanto à identidade de INRI, decidi em meu íntimo pedir ajuda a DEUS. Voltei meus olhos para o alto e pedi ao Criador Supremo que me ajudasse a descobrir se INRI é o mesmo Cristo crucificado para que eu não fosse enganada. Só que, por ser a presença de INRI tão chocante, acabei esquecendo-me do pedido que fiz ao ALTÍSSIMO. Uma semana depois, ao retornar à reunião na SOUST, quando estava INRI novamente sobre o Altar falando, felizmente tive minha petição deferida pelo Grande Juiz do Universo. Meu espírito saiu do corpo físico e eu não via mais nada, apenas ouvia uma voz dentro da minha cabeça. Reconheci incontinenti que era a voz do Messias, eu não tive dúvida alguma, eu sabia, era a voz de Jesus Cristo. A seguir, refleti: “Vou agora ouvir a voz de INRI, se for igual a que escutei na minha cabeça é porque ele é Cristo”. Voltei ao meu corpo, e para minha surpresa a voz era exatamente a mesma. Logo eu que era uma pessoa materialista, de pouca fé, estava sendo agraciada com uma revelação divina. Fiquei em estado de êxtase espiritual, como se estivesse a saborear um manjar sutil que me trouxe uma paz interior inigualável, inimaginável. Uns dias depois, novamente tive a oportunidade de comparar a voz atual de INRI com sua voz de dois mil anos atrás, enfim, dissiparam-se as dúvidas, as incertezas, Cristo voltou conforme prometera há dois mil anos. Para finalizar, passadas mais algumas semanas tive um vislumbre repentino, INRI estava sentado com as pernas cruzadas sobre o Altar da SOUST. Como num flash rapidíssimo, eu lembrei que já o tinha visto de pernas cruzadas, na mesma posição, e eu sei que nesta vida não foi, era uma lembrança milenar.


Quando o INRI escreve tem essa mesma desenvoltura que vc no manejo das palavras (domina bem a norma culta, a parte ortográfica) ou conta com sua ajuda? Aliás, ele mesmo escreve seus livros ou dita-os?

Resp.) INRI CRISTO não escreve. Nós gravamos suas mensagens e transcrevemos. INRI CRISTO é teodidata, desde que o conheço sempre nos diz que recebe instruções do PAI, que o levou a estudar Antropologia, Biologia, Filosofia. Ele só vai às Universidades quando convidado para palestrar. INRI não teve formação acadêmica, ele faz questão de deixar claro que é instruído pelo PAI. Quando menino, ele foi apenas três anos à escola a fim de ser alfabetizado. Logo, INRI não é perito em ortografia, ele é o Verbo de DEUS, a missão dele é falar e ensinar a Lei divina. INRI CRISTO sempre responde qualquer pergunta sem dogma, sem sofisma e sem subterfúgio.

Como comunicou à familia sua decisão de seguir a INRI e qual foi a reação deles? Vc tinha namorado ou paquera no momento em que tomou tal decisão?

Resp.) Gilberto, meus familiares não estranharam muito minha decisão, uma vez que, durante mais de um ano, enquanto eu aguardava, como aspirante, completar meus 21 anos para ser aceita como discípula, eles percebiam minhas idas constantes à SOUST, mudanças no hábito alimentar, etc.

Em relação à sua pergunta se eu tinha namorado ou paquera no momento da decisão, a resposta é não, nem uma coisa nem outra. Eu fiquei tão agradecida a DEUS por ser livre e desimpedida para seguir o meu destino que não quis me envolver com mais ninguém, a fim de não perder minha preciosa liberdade, que me faculta servir à causa divina.

Todos vocês que seguem a INRI mais intimamente são obrigados a viver vida celibatária? 

Resp.) Nós não somos obrigados a viver vida celibatária. Quando optamos ser discípulos passamos por um processo inicial de neófitos, depois aspirantes, para só depois nos tornarmos discípulos, e então adquirimos a consciência da vantagem de sobrepujar a fraqueza da carne. É muito difícil, mas INRI nos ensina através de orações a transmutar a energia do sexo via coluna vertebral, a fim de estabelecer uma simbiose com o ALTÍSSIMO e viver em gozo com o PAI celeste. Porém, é muito difícil, por isso poucos se tornam discípulos; e mesmo os discípulos têm muita dificuldade a princípio de alcançar este estágio.
Já os beneméritos e seguidores vivem vida trivial, em suas casas, com seus cônjuges, em seus trabalhos habituais, exceto os que habitam no interior da sede do Reino de DEUS, por opção, como voluntários.

Aliás, em quais categorias se dividem os seguidores de INRI? É possível segui-lo à distância e levando uma vida comum?

Resp.) Como já citei anteriormente, existem os seguidores, os beneméritos que participam da provedoria do Reino de DEUS, e os discípulos, que estão à disposição 24 horas por dia. A maioria dos seguidores e beneméritos seguem INRI à distância e levam uma vida trivial.

Há cobrança de dízimos? 
Resp.) INRI é contra a chantagem do dízimo, ver a circular sobre este assunto no link 
http://www.inricristo.org.br/index.php/pt/enigmas-teologicos/74-o-dizimo 

Quando INRI concede entrevistas à Globo e a outros canais recebe ou paga alguma coisa?

Resp.) INRI CRISTO não demanda cachê quando concede entrevista, mas também não paga para falar. Ele tem a missão de se expor para a humanidade. Na hora que ele se apresenta, está chamando os filhos de DEUS com sua simples aparição na mídia, cumprindo-se as Sagradas Escrituras: “Muitos serão chamados e poucos os escolhidos” (Mateus c.20 v.16), pois os escolhidos são somente os que recebem de DEUS a revelação da identidade de INRI CRISTO. Muitos podem olhar e pensar: “Ah! Eis um homem parecido com Cristo, inteligente!”, mas não ver quem ele é, têm olhos mas não vêem, tem ouvidos, mas não ouvem. A revelação é o sinal divino da escolha.

Como faz para discernir que a sua crença é A VERDADEIRA e que todas as outras são falsas? 
Resp.) Nós não somos alienados, à mercê de uma crença, nós buscamos e encontramos a verdade, a genuína lei divina.
Quando INRI se chamava Jesus, ele já disse que haveremos de reconhecer entre o falso e o verdadeiro pelas obras. Sendo assim, a maioria dos que seguem INRI CRISTO o fazem porque investigaram diligentemente toda sua trajetória e doutrina e chegaram à conclusão através do caminho da lógica, posto que nem todos estiveram com INRI há dois mil anos, logo nem todos conseguirão reconhecê-lo pela voz e imagem. Então, a solução é investigar mesmo, analisar e pedir humildemente a DEUS inspiração, o dom da revelação e consequente assimilação.
Para saber tudo o que INRI CRISTO diz acerca dos falsos profetas que fundaram seitas disseminadoras do fanatismo na Terra, leia a parte 3, pergunta 1, da mais intrigante e explícita entrevista concedida por INRI ao MÉPIC
http://www.inricristo.org.br/index.php/pt/entrevista-300-perguntas . Leia, outrossim, a circular “INRI CRISTO X Falsos Profetas”, extraída do livro DESPERTADOR http://www.inricristo.org.br/index.php/pt/despertador-1-parte/495-inricristoxfalsosprofetas .

Vocês são ovo-lacto-vegetarianas ou vegetarianas puras?
Resp.) Nós não adotamos rótulos, nós somos vegetarianos, nos nutrimos de ovos, peixes, só não nos servimos de seres animados pelo sopro divino.

Por que o alho ocupa certa primazia na culinária da SOUST?

Resp.) O alho é um alimento sagrado que mantém o cérebro funcionando perfeitamente, higieniza o sangue, fortalece o sistema imunológico, inclusive e principalmente é antibiótico natural. Enfim, INRI nos ensina a ingerir alho por inúmeras razões. INRI CRISTO recebeu do PAI esta instrução e nos transmitiu.

Em geral, qual o estado de saúde das pessoas com quem vc convive?

Resp.) Graças às bênçãos do ALTÍSSIMO, todos os que convivem conosco têm saúde. Inclusive, “por coincidência”, todos os que acercam-se de INRI e o levam a sério, além de saúde, têm ocupação. Quando uma pessoa chega desempregada ou sem saúde diante do INRI, ele pede ao PAI uma bênção, logo ela encontra um emprego, e se está doente, sara. INRI ensina e demonstra na prática que toda enfermidade física tem sempre início na enfermidade da alma.
O que aconteceria com sua fé e crenças caso INRI morresse? Isto voltará a ocorrer ou será substituído por um arrebatamento?

Resp.) Primeiro quero deixar claro que INRI não morreu na cruz, como muitos desinformados pensam, apenas DESENCARNOU, assim como não morrerá agora, apenas DESENCARNARÁ. Quando chegar a hora da transição, do passamento de INRI, se eu estiver ainda aqui na Terra é evidente que continuarei inabalável cumprindo minha missão de disseminar os ensinamentos do Verbo de DEUS. Todavia, ainda resta muito tempo, pois está previsto no Apocalipse c.1 v.14 que quando INRI CRISTO for visto por toda humanidade ele estará com o cabelo branco da cor da neve. E como ninguém nasce de cabelo branco, o INRI e nós teremos que esperar pacientemente seu cabelo embranquecer, a fim de que finalmente a humanidade toda saiba que ele está de carne e osso na Terra. Então, só após cumprir sua missão de orientar os eleitos na construção da nova sociedade após a hecatombe nuclear, quando restarão 144.000 eleitos assinalados (Apocalipse c.7 v.4), quando chegar o dia e a hora, que só o SENHOR DEUS sabe, INRI CRISTO nos deixará no plano físico, mas espiritualmente sempre estará conosco.

Com que idade Inri descobriu que "é" o Messias?

Resp.) INRI CRISTO teve a revelação de sua identidade em 1979, aos trinta anos, num jejum em Santiago do Chile.
Ele não foi pecador na infância e na adolescência? Ou desde que nasceu já dizia ser Cristo?
Resp.) Ele não foi pecador, ele foi conduzido com anuência do ALTÍSSIMO a conhecer os pecados do mundo assim como sucedeu há dois mil anos. Dos treze aos trinta anos, a Bíblia não diz onde ele esteve, porque estava experimentando sim os pecados do mundo, sem livre arbítrio, para cumprir o que está escrito em Isaías c.7 v.14, que ele comeria manteiga e mel até aprender a separar o mal do bem. Então, até o jejum, ele experimentou todas as misérias do mundo. Por isso disse aos discípulos: “Haveis de ter aflições no mundo, mas tende confiança: eu venci o mundo” (João c.16 v.33). O objetivo do PAI é que o Filho dEle, antes de cumprir sua missão há dois mil anos e agora, obtivesse AUTORIDADE, que só o conhecimento empírico propicia, para ajudar-nos a subir os degraus da escada evolutiva.

A mãe dele era virgem, também? Ou ele foi concebido da maneira "tradicional"? 
Resp.) A mãe dele era tão virgem quanto Maria. Maria era virgem antes, durante e depois do parto, porque sua virgindade era apenas na pureza, mas não himenal. Ela foi sim despojada por José, conforme você pode ver na árvore genealógica de Jesus (Mateus capítulo 1), transcrita e explicitada na mensagem intitulada “Maria Mulher”, outrossim extraída do livro DESPERTADOR 1ª parte 
http://www.inricristo.org.br/index.php/pt/enigmas-teologicos/75-maria-mulher . Tanto há dois mil anos, como agora, e nos próximos retornos à Terra, INRI sempre será concebido de maneira tradicional, natural, porque DEUS não viola as leis que Ele mesmo estabeleceu, a saber: a lei da genética, da procriação, enfim, as leis naturais, nem para agradar os fariseus de ontem, de hoje e de sempre. O SENHOR cumpre rigorosamente as Leis que Ele mesmo estabeleceu. E, pela Lei que o ALTÍSSIMO estabeleceu, INRI CRISTO irá desencarnar, e voltará a ser pó como há dois mil anos ocorreu (“Tu és pó, e em pó te hás de tornar” - Gênesis c.3 v.19). Só o espírito é que vai para o PAI.

Amaí, fiquei surpreso ao saber que vocês guardam o sábado. Fui membro duma igreja que tem grande zelo por esse dia. De que modo vocês o observam?

Resp.) Gilberto, Sábado, como você bem sabe, é o dia do SENHOR (Êxodo c.20 v.8 a 10). A única coisa que nos abstemos de fazer são os trabalhos em geral. Sábado nos reunimos, tiramos um tempo para ler, descansar, meditar.
Leia a circular intitulada O Enigma do Sábado, a fim de compreender por que o SENHOR diz para guardar esse dia. (
http://www.inricristo.org.br/index.php/pt/enigmas-teologicos/291-sabado-senhor )

Amaí, mesmo entre os seguidores mais íntimos de Jesus percebia-se imperfeições e manifestações de falta de fé. Vc tem percebido ao longo de todos esses anos isso tb em sua pessoa e nos outros que seguem mais de perto a INRI?

Resp.)
 Não há crises de falta de fé entre nós, discípulos(as) de INRI CRISTO, uma vez que para ser aceito a integrar o Corpo Eclesiástico da SOUST o requisito básico é SABER QUE INRI É O MESMO CRISTO CRUCIFICADO DOIS MIL ANOS ATRÁS. Todavia, em relação aos seguidores(as), é evidente que já existiram os que desistiram pelo caminho, posto que não tinham convicção plena da identidade de INRI CRISTO. Estes apenas acreditavam em INRI, e como já disse em respostas anteriores, a crença é débil, passiva de dúvidas, alterações. Então, os que somente crêem, são presas fáceis para os espíritos de baixas esferas. Um exemplo notório foi Judas Iscariotes, que acreditava em INRI CRISTO, quando se chamava Jesus, pela manhã e à tarde, envolto em dúvidas e atormentado pela ambição, o traiu.

Jesus ensinou que a carne é fraca. Vemos isso em personagens bíblicos famosos, principalmente na questão da sexualidade. Nesse convívio belo entre homens e mulheres da SOUST já aconteceu de alguém se deixar levar (ainda que momentaneamente) por paixões humanas a ponto de fazer o que não devia?

Resp.)
 Como já respondi no início desta entrevista, os discípulos passam por um rigoroso exame vocacional e de fidelidade ao SENHOR, logo não existe o perigo de um discípulo ou discípula (utilizando-me de suas palavras) “fazer o que não deve”. Todos temos consciência da Lei de DEUS, fizemos um juramento de fidelidade por ocasião da posse da vestimenta eclesiástica. Optamos por viver em pureza só para servir à causa divina; e, importante, não escolhemos por esta vida por estarmos frustrados com o mundo, e sim por AMOR a um ideal maior, o ideal de ajudar INRI CRISTO na consolidação do Reino de DEUS sobre a Terra.
Não obstante, existem afinidades, obviamente; isso existe em qualquer lugar. Às vezes apreciamos conversar mais com uma pessoa do que com a outra, simpatizamos mais com um do que com o outro.
Com INRI CRISTO aprendemos que o AMOR verdadeiro é espiritual e incondicional, independente de paixão, de possessão, de manipulação, de escravidão. 
Eis as palavras de INRI CRISTO sobre o amor: “AMAR É DAR TUDO SEM NADA EXIGIR EM TROCA. E o amor verdadeiro, espiritual, fraternal, é o único concebível no Reino de DEUS – que, diferente dos reinos terrestres, é um reino magnético, de sutilezas, sinais e energias (“O Reino de DEUS não vem com aparato...” – Lucas c.17 v.20 e 21) – e pode até um(a) discípulo(a) sentir por outro discípulo ou por outra discípula que não é pecado. Ao contrário, é sublime, bem-visto aos olhos de DEUS. Se amas a DEUS antes de tudo, tu podes amar alguém, mas porque esse alguém também faz parte da criação de DEUS e busca a simbiose com Ele; então tu o amas como um agente divino, e não como carne.

Alguém já foi expulso da SOUST?
Resp.) Expulso não, graças a DEUS nunca ninguém fez algo tão grave que carecesse ser expulso. Houve pessoas que, com o passar do tempo, por algum motivo pessoal, não se adaptaram, pois para ser discípulo(a), como bem diz o termo, tem que se adaptar, assimilar a disciplina. Então INRI CRISTO percebe que a pessoa não está se coadunando e a dispensa do compromisso eclesiástico, pois o Reino de DEUS não é um refúgio de pessoas frustradas, recalcadas, infelizes. INRI, além de liberá-las, lhes dá ainda opção de retornarem ao convívio de seus familiares ou então residir na sede da SOUST como beneméritos(as) voluntários, sem a túnica e sem os compromissos eclesiásticos. INRI CRISTO é o libertador, portanto deixa livres os filhos que ama, sendo assim, recebe em audiência, com o coração cheio de amor, mesmo os que optaram por viver fora dos domínios da SOUST. Até porque existe uma generosa fila de aspirantes aguardando ser aprovados para se tornarem discípulos.

Jesus tinha com seus seguidores principais um contato bem íntimo e carinhoso. Manifestações de afeto eram feitas pelo Ósculo Santo. João reclinava a cabeça sobre o peito do Mestre. Vemos o caso daquela mulher que ungiu os pés de Jesus e os beijou. Há entre vcs um convívio similar?

INRI às vezes passa a impressão de que não gosta de contatos físicos. Na tv vemos que ele sequer segura o microfone. É assim tb na rotina diária? Explique melhor isso.
 

Resp.)
 O único contato físico que temos com nosso RABI é quando ele nos concede a bênção da parte de seu PAI, SENHOR e DEUS. Então ele põe as mãos sobre nossas cabeças e ao final beijamos suas mãos. INRI nos ensina que a maior demonstração de afeto não está em ficar pegando nas pessoas, e sim comungando e trocando energias em simbiose com o PAI celeste.
INRI não segura microfone enquanto está falando, pois usa suas mãos instintivamente para falar, sempre foi assim desde que o conheço. Em resumo: as mãos dele fazem parte de sua oratória, afinal, como ele sempre nos diz: 
‘ninguém é obrigado a crer’, mas INRI é o Verbo de DEUS. E as pessoas mais sensíveis conseguem perceber um mistério espiritual em suas mãos, mistério este que nem todos conseguem vislumbrar.

INRI contou uma piada de gay numa pegadinha que fez a alguém do CQC. Particularmente vc acha que o Mestre exagerou nessa hora ou ele é sempre assim bem-humorado? Ele os alegra com histórias engraçadas desse tipo ou foi eventualmente uma maneira inteligente que ele arranjou de "vingar-se" de alguém que queria fazer gracinha às custas dele?

Resp.)
 INRI simpatizou-se com o jovem que o entrevistou. Se as energias de seu interlocutor forem positivas então INRI tem muito prazer em estar na companhia da pessoa. Logo, para INRI não importam cor, idade, posição social, etc., e sim os atributos espirituais de quem está dialogando.
Nós amamos ver INRI rindo e brincando, pois acompanhamos muitos momentos terríveis pelos quais ele já passou: perseguições de inimigos, falta de caráter, mesquinharia e inveja de seres medíocres que dele se acercaram, etc...
Quando está entre amigos e num ambiente não hostil, INRI é bem-humorado à semelhança de uma criança. Aliás, ele é o melhor exemplo do que ele próprio prega, INRI nos ensina que devemos voltar ao estado de pureza das crianças. Ele mesmo disse há dois mil anos: 
“Deixai vir a mim os pequeninos, e não os impeçais; porque dos tais é o reino de Deus." (Marcos c.10 v.14).

Qual foi a situação mais constrangedora pela qual vc passou por seguir a INRI?

Resp.)
 Certa vez eu estava divulgando, de livre e espontânea vontade, a trajetória de INRI CRISTO e sua doutrina contidas no bojo do livro DESPERTADOR 1ª, 2ª e 3ª partes, e o dono de um estabelecimento comercial me negou o banheiro alegando que estava entupido. Logo a seguir, quando ele se afastou, sua companheira confessou-me que era mentira dele, o banheiro não estava com defeito não, era ele que não quis deixar-me usar; e ela, por respeito ao marido, também não me autorizou. Todavia, saí dali e já encontrei na porta ao lado uma alma generosa que me emprestou. Contei apenas este pequeno episódio para você ver como a discriminação aflora a mesquinhez, os sentimentos mais baixos no ser humano.

Alguma vez algum de vcs ou INRI sofreu agressão física?

Resp.)
 Em Curitiba, fazíamos todos os dias uma caminhada às 7h nas redondezas do Parque Iguaçu, que ficava próximo à SOUST. Os inimigos do Reino de DEUS prepararam-nos uma emboscada; veio ao nosso encontro um grupo de idólatras fariseus fanáticos e nos agrediram fisicamente. Todavia, o ALTÍSSIMO nos protegeu do pior acontecer, já que eram vários marmanjos e nós estávamos, naquele lugar, apenas com INRI e mais dois discípulos, o restante eram só discípulas. Não estávamos armados, só depois deste episódio é que, aconselhados pela polícia, adotamos, além da proteção de DEUS, os meios terrestres de proteção. E, de acordo com o velho, mas sempre atual, princípio policial: “Procura quem lucra com o crime”, não é muito difícil de identificar os culpados. Basta tão somente analisar quais interesses INRI contraria quando, em obediência ao ALTÍSSIMO, religa graciosamente os seres humanos com Ele, seu PAI, SENHOR e DEUS, desmascara os vendilhões de sacramentos falsos (o estelionato religioso); todo e qualquer sacramento que tem preço é falso (“Dai de graça o que de graça recebestes” – Mateus c.10 v.8). INRI mostra que a idolatria é o pecado maior (ferindo o 1º mandamento: “Tu adorarás a DEUS só e o amarás mais que tudo”, e condenada mais de duzentas vezes nas Sagradas Escrituras, a exemplo de Levítico c.26, Livro da Sabedoria c.14 v.8, Apocalipse c.22 v.15, etc...), e explica que a reencarnação está inserida no contexto da Lei de DEUS (como já ensinou, quando se chamava Jesus, dizendo a Nicodemos: “Vós necessitais nascer de novo” – João c.3 v.8 – e quando disse que João Batista era o Elias renascido – Mateus c.17 v.12 e 13).

Além de cursar Letras na PUC, vc foi bancária no que hj se chama HSBC e fez curso de modelo no CASA Blanca. Evidentemente vc foi muito assediada ao longo de todos esses anos, como se ver pode nos comentários que escrevem no YOUTUBE. Como vc costuma reagir a isso? Não sente vontade de ser mãe?

Resp.) Tem certas situações que fazem parte da trajetória dos viventes, logo temos que reagir naturalmente, sem nos escandalizar. DEUS PAI é tão generoso que vai nos preparando homeopaticamente desde a infância para, na fase adulta, estarmos aptos a encarar o diversificado leque de circunstâncias do dia-a-dia.
Já quanto a ter ou não vontade de ser mãe, eu tenho consciência de que não é para isso que vim ao mundo. Nada contra as pessoas que têm filhos(as), eu considero que estão desempenhando um importante papel na sociedade. Todavia, é mister esclarecer que INRI CRISTO já advertira há dois mil anos que nos dias atuais seriam felizardas as mulheres que não tivessem descendentes. Eis suas palavras: 
“Ai das grávidas, ai das que amamentarem naqueles dias... porque chegará dia em que bem-aventuradas serão as estéreis” (Mateus c.24 v.19). E ainda disse quando caminhava em direção ao Calvário: “Mulheres de Jerusalém, não choreis por mim, guardai vossas lágrimas para vossos filhos. Porque eis que virá tempo em que se dirá: ditosas as estéreis e ditosos os ventres que não geraram e os peitos que não amamentaram” (Lucas c.23 v.28 e 29). Esses dias mencionados são os tempos atuais. Crianças estão produzindo crianças e a mortalidade infantil se faz sentir de forma mais veemente do que nunca nos países subdesenvolvidos e em conflitos bélicos, devido principalmente ao anormal crescimento demográfico. As mulheres pobres vivem constantemente preocupadas se terão o sustento no dia seguinte para sua prole, já as abastadas ficam apreensivas se seus descendentes serão ou não sequestrados.

E vivem geralmente enjaulados em suas casas, não raro quando colocam a cabeça para fora, sucumbem vítimas de uma bala perdida, etc.
O ser humano perdeu o rumo e não sabe mais como educar seus filhos(as). Quando crescem, muitos descendentes são os próprios algozes de seus genitores. De vez em quando acompanhamos casos de filhos que matam os pais para ficar com os bens, como a Suzanne Von Richthofen que, com ajuda dos cúmplices, o namorado dela e seu irmão, matou os pais para ficar com a herança. Enfim, a humanidade olvidou-se da boa e velha varinha da disciplina que auxilia na formação de personalidade e conduta irrepreensíveis 
(“A loucura está ligada ao coração do menino, mas a vara da disciplina a afugentará”– Provérbios c.22 v.15. “Aquele que ama o seu filho, castiga-o com freqüência, para que se alegre com isso mais tarde...” – Eclesiástico c.30 v.1). Hoje em dia, se uma genitora usar a varinha para disciplinar seu descendente é enquadrada como criminosa e tem que responder processo judicial. O mundo está doido mesmo, virado de cabeça para baixo, os valores estão completamente invertidos. Só Cristo (INRI CRISTO) para dar um jeito nisso tudo!

 Amaí, como é o processo para se converter o desejo sexual em outra coisa, via coluna vertebral?

Resp.) Quando a pessoa está constantemente estabelecendo a simbiose com o ALTÍSSIMO através da oração do Novo PAI Nosso, ela nem sente o desejo sexual, porque a libido surge no ser humano que está com as energias sexuais acumuladas, retidas. Aí a pessoa fica nervosa* por qualquer coisa, mais agressiva, enfim, mais negativa. Quanto mais energias sexuais a gente consegue transmutar para o cérebro mais ficamos inteligentes, perspicazes, alegres, dispostos, belos, positivos. Pode prestar atenção no semblante destas pessoas que praticam muito sexo como são murchos, desanimados, apagados. Mas INRI não incentiva as pessoas que vivem aí fora a abandonarem a prática sexual, simplesmente porque praticar sexo é um hábito instituído na sociedade contemporânea. Os espíritos das trevas ludibriam os seres humanos levando-os a acharem que isso é o ápice da realização humana. Então a pressão da sociedade vigente é tão maciça que, na grande maioria das vezes, quem não é discípulo acaba sucumbindo novamente à tentação. É preciso ser um predestinado mesmo para conseguir a “carta de alforria”. rs
(*Apenas uma pequena observação, no caso das mulheres, o nervosismo pode vir da famosa TPM e não ter nada a ver com energia acumulada).