APOESC (Associação de Poetas Escritores Simpatizantes e Colaboradores)

A APOESC (Associação de Poetas Escritores Simpatizantes e Colaboradores), criada em 03.2010 em Santa Cruz -RN, existe para congregar amantes da cultura, apologistas e produtores da arte da palavra.


segunda-feira, 31 de outubro de 2011

SOBRE O "RECITANDO O SERTÃO" NO AVOANTE - Wescley J. Gama


"O Trairi e o Seridó se encontraram em uma noite de muita música e poesia. o Grupo APOESC, recitando o sertão, encantou e embeveceu a todos que estiveram presentes ao espaço AVOANTE de Cultura, em Currais Novos/RN, na noite de 29 de outubro de 2011. Foi uma Noite memorável, com abertura do Grupo Casarão de Poesia, recebendo amigavelmente Hélio Crisanto e companhia: Gilberto Cardoso, Débora, Eduardo, Chagas, Zé Paulo e Adriano Bezerra. Impressionou-me profundamente o lirismo e a sinceridade dos versos que se fizeram ecoar pelas veredas currais-novenses, através da arte trazida da cidade de Santa Cruz por todos esses artistas citados acima, provocando um abraço fraterno entre as culturas das duas cidades, enunciando um novo tempo de poesia como sensibilização e transformação para o bem, para a verdade, para a força condensadora e potencializadora que a arte pode ter. Hélio Crisanto cantou e recitou com bastante competência, sendo acompanhado pela segunda voz vibrante e segura de Gilberto Cardoso, que também recitou bonitos versos. Na Zabumba, Eduardo marcou a batida percussiva com muita veemência e ritmo. Zé Paulo trouxe sua contribuição tocando um violão de som limpo e preciso, deixando os cantores à vontade para passear sobre as melodias, com suas vozes de sertão bendito. Durante o show, algumas participações especialíssimas: Adriano Bezerra, recitando versos próprios com muito sentimento e métrica perfeita; Débora, fazendo performances no palco e na plateia, introduzindo literalmente o público dentro do espetáculo; e seu Chagas, fazendo um repente na viola mais afinada que eu já vi em minha vida. Os Sertões do Seridó ficaram mais ricos nessa noite de sentimento e arte. Os laços ficam mais fortes entre as duas cidades e os artistas que as compõe. Não tenho dúvida que outras experiências virão, pois no coração de cada artista está a vontade de agir na sociedade e na vida através de uma arte não apenas contemplativa, mas verdadeiramente transformadora. Parabéns meus amigos! Vida longa à poesia potiguar!

Wescley J. Gama"


VEJA MAIS SOBRE O EVENTO EM http://apoesc.blogspot.com/2011/10/em-currais-novos-na-penultima-etapa-do.html

http://apoesc.blogspot.com/2011/11/recitando-o-sertao-em-currais-joao.html