quarta-feira, 11 de janeiro de 2023

QUEM É LULA? - Goretti Borges




Quem é Lula? 

Passado, presente e futuro são a composição do mesmo ser. Entrelaçam-se e formam o enredo permanente de suas vidas. “Se me prenderem, viro herói. Se me matarem, viro mártir. E, se me deixarem solto, viro presidente”. Uma visão histórica de si mesmo, o reconhecimento de quem se é, foi exatamente o que Lula transmitiu ao proferir esse simples discurso no ano de 2016.

Lula é mais um personagem a compor a história dos personagens do povo brasileiro. Quem seria Lula? Um brasileiro que, assim como Ariano Suassuna, gosta de contar causos? Aquele que assina a ata de posse no ano de 2023, como presidente do Brasil, com uma caneta presenteada no ano de 1989, por um cidadão piauiense de nome Fernando Menezes? Há quem duvide de suas histórias, intrigas de oposicionistas, talvez. Cá para nós, o que importa mesmo são os causos. E Lula, assim como Suassuna, é um bom contador!

Seria Lula uma réplica do Pe. Cícero, pela sua capacidade de reunir - ressalvas à expressão - “Deus e o diabo” num mesmo palanque? Quanto ao Pe. Cicero, os objetivos seriam os mesmos de Lula? Esse, lança mão da democracia para justificar seus atos: “Democracia para sempre” (Lula). Seria Lula, a exemplo de Virgulino Ferreira, o Lampião, mais um personagem nordestino a povoar o imaginário popular? Para alguns, um herói, para outros, um tirano. Um enigma permeará a história desses personagens. De concreto, pode-se dizer que Lula é um filho do Brasil, um personagem significativo da história do país. Se não, vejamos: na população de imigrantes nordestinos, ele está; assim como está na indústria do Sudeste, nos movimentos sindicais e sociais e, principalmente, na vida política do Brasil desde seu processo de redemocratização no início dos anos 80.

Lula é um estadista, reconhecido mundo afora. “Lula é o cara” (Obama). O personagem Lula se reinventa até mesmo quando está totalmente desacreditado pelos seus opositores. Refeito, reveste seu personagem com as vestimentas oportunas, encara os desafios e segue em frente: aplaudido, também vaiado, mas em frente, sempre.

O dito popular “a mão que afaga é a mesma que apedreja” se aplica muito bem à parte da imprensa brasileira. Acossada nos últimos quatro anos, recorre a Lula após um longo período de muita hostilidade, como uma alternativa possível de libertação das mordaças e humilhações sofridas. Muitas outras categorias e grupos sociais que não tinham Lula como primeira opção de voto em 2022, também lançaram mão da mesma estratégia de voto. Dado o seu contingente eleitoral, Lula surge como o único candidato viável a reestabelecer a ordem democrática. Essa não é uma percepção apenas de parte da população brasileira, ela ultrapassa as nossas fronteiras. Fato que se pode perceber pela satisfação de líderes mundiais presentes em sua posse. Se Deus é brasileiro, não se sabe ou não temos como afirmar! Porém, uma coisa é certa: podemos contar com as orações do nosso argentino, Papa Francisco.

Lula é um brasileiro e para essa brasilidade podemos recorrer a uma estrofe do Hino Nacional: “Mas, se ergues da justiça a clava forte, verás que um filho teu não foge à luta, nem teme, quem te adora, a própria morte!”. Lula é resistência! Poderia não ter sido preso, ter pedido exílio político ou até mesmo ter se esquivado, saído de férias para Miami.

“O sertanejo é, antes de tudo, um forte”, como diz Euclides da Cunha. Lula é um sertanejo forte e resiliente. Seria Lula mais um personagem da literatura brasileira? Lula é exemplo de crença em si mesmo e confiança nas amizades sinceras, desinteresseiras, coisa rara no mundo da política.

Lula é, também, um personagem de Graciliano Ramos. Assim como Fabiano, Lula também faz sua travessia. A capacidade de comunicação, pelo que podemos observar, é algo que os diferencia significativamente. Lula fala, o povo entende e isso é tudo! Como Fabiano, Lula também tem a sua cachorrinha de estimação: baleia e resistência, respectivamente.

Lula é, dentre tentos personagens, a configuração de um ser complexo, representativo, interessante e enigmático! Lula é tri, e segue o jogo.

Maria Goretti Borges







43 comentários:

  1. Goretti Borges é uma expoente escritora do trairi. Parabéns pela bela obra!

    ResponderExcluir
  2. "Lula é tri" 👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻 Parabéns Goretti, admiro muito sua inteligência e maestria com a escrita. 👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻

    ResponderExcluir
  3. Perfeito. Simplesmente perfeita a escrita de Goretti Borges.
    Francisca Joseni dos Santos

    ResponderExcluir
  4. Uma verdadeira síntese do personagem Lula. O que é ficção e o que é realidade. Talvez nunca saberemos nunca. Mas o fato é que este sim é um mito. Mito não, lenda. Para não fugir a regra dos gêneros literários. Gilvan

    ResponderExcluir
  5. Que texto maravilhoso ❤️🥹

    ResponderExcluir
  6. Lula é Triiii!!! Que texto maravilhoso 🥰

    ResponderExcluir
  7. Parabéns Goretti pelo texto, para nós nordestinos Lula é tudo isso e muito mais.

    ResponderExcluir
  8. Lula em síntese. Excelente versão!!!!

    ResponderExcluir
  9. Uma leitura educativa e muito emocionante, Goretti. Parabéns pelo texto e pela síntese construída com tanta erudição e visitando traços brilhantes de nossa cultura, sobretudo com essa literatura que explica até o inexplicável.

    ResponderExcluir
  10. Parabéns pelo excelente texto o qual mostra a força do nordestino, brasileiro e do maior político da história do nosso país.

    ResponderExcluir
  11. Obrigada, aplausos para o povo nordestino!

    ResponderExcluir
  12. Que texto esplêndido! É tão emocionante que nos leva às lágrimas. Lula, como sua obra deixa claro, ficará em nossas histórias, eternamente na história do Brasil... Sua força e resiliência nos contagia. Obrigada, professora Goretti, amo seus textos e esse me emocionou muito, por ser uma admiradora de Lula, por tudo que passou e continuar ainda seguindo em frente, como se fosse o começo, é lindo demais! Lula TRI.

    ResponderExcluir
  13. Muito obrigada minha querida! Um forte abraço para você, professora Maria Meireles.

    ResponderExcluir
  14. Lula Pernambucano, Lula Nordestino, Lula Brasil, Lula Cidadão do mundo, Parabéns Gorethi, Texto lindo.e Emionante.
    Sidney Azevedo

    ResponderExcluir
  15. Que texto lindo para falar do maior estadista deste país. Lula é tudo isso e muito mais: é Brasil; é o cabra da peste dos versos de Patativa; o esperançar das teorias de Freire; e, assim como Suassuna, aprendeu a ser um realista esperançoso com a vida e as muitas adversidades enfrentadas. Lula, o homem da esperança, é uma ideia. Esperança e ideias não se acabam jamais!
    Parabéns pelo texto, Goretti querida!

    ResponderExcluir
  16. Que lindo, Marta! Parabéns para você também! Exatamente, Lula é poesia. 😘

    ResponderExcluir
  17. Um retrato de um ícone da política brasileira nas tintas da sensibilidade e inteligente de uma nordestina, como o próprio Lula e sua eterna canção: sem medo de ser, sem medo ser feliz! Doce como uma pomba, astuto como um jararaca ou cascavel. Bateram-lhe na extensão do corpo, mas não lhe acertaram a cabeça. Enfrentou a injustiça,
    Refez-se altivo, sem jamais rastejar. Voltou à presidência pela porta da frente. Subiu a rampa com o povo e salvou a nossa democracia. Um gigante que feito ideia, com a renitência de um Fabiano, segura o bastião da democracia que, principalmente nós, os nordestinos, pelo voto, lhes confiamos novamente! Belo texto Gorete! Lula ficaria muito feliz em lê-lo!
    Marcos Cavalcanti

    ResponderExcluir
  18. Nada como a sensibilidade e a generosidade de um poeta! O Lula do Brasil é de fato uma figura icônica. Parabéns Marquinhos por nos presentear com sua arte e obrigada pela palavras carinhosas.

    ResponderExcluir
  19. Texto magnífico! Leitura leve é necessário. O texto prendeu minha atenção do começo ao fim. Uma aula inteira de 5 horários comportam esse texto. Parabéns Goretti!!!

    ResponderExcluir
  20. Oh, meu querido Ricardo! Você é muito necessário, bjo. 😘

    ResponderExcluir
  21. Parabéns pelo dom da palavra, parabéns por compartilhar da sua sabedoria. Que texto fantástico, coerente e maravilhoso que virou história e toca os corações.

    ResponderExcluir
  22. Excelente crônica minha amiga, sua sensibilidade para falar de povo é algo que ti faz ser admirada por todos que tiveram o prazer de ti conhecer. sou grato por ter tido a oportunidade de trabalhar contigo. Parabéns pelo excelente texto.

    ResponderExcluir
  23. Muito obrigada, meu querido amigo! Você é uma pessoa incrível, sempre muito atento às questões de ordem social e política, parabéns. Um abraço 🤗

    ResponderExcluir
  24. Maravilha ler a legítima e verdadeira reflexão sobre o nosso PRESIDENTE LULA.

    ResponderExcluir
  25. Que bela análise do 'ser' Lula e seu inegável simbolismo para a nossa história recente. Lula extrapola os limites da esquerda atraindo para si os anseios de toda uma nação a enxergar nele o único farol capaz de afugentar o obscurantismo e seus fantasmas pavorosos, que ameaçavam o futuro de nossa democracia, comprometendo o bem-estar, a liberdade e o progresso do Brasil. Parabéns, professora Goretti!

    ResponderExcluir
  26. Muito obrigada, para você também!

    ResponderExcluir

Comentários com termos vulgares e palavrões, ofensas, serão excluídos. Não se preocupem com erros de português. Patativa do Assaré disse: "É melhor escrever errado a coisa certa, do que escrever certo a coisa errada”