APOESC (Associação de Poetas Escritores Simpatizantes e Colaboradores)

A APOESC (Associação de Poetas Escritores Simpatizantes e Colaboradores), criada em 03.2010 em Santa Cruz -RN, existe para congregar amantes da cultura, apologistas e produtores da arte da palavra.


sábado, 30 de novembro de 2013

PARABÉNS SANTA CRUZ E UM POUCO DE HISTÓRIA - Marcos Cavalcanti



Há 99 anos o município de Santa Cruz recebia das mãos do governador Joaquim Ferreira Chaves, o TÍTULO DE CIDADE, conferido através da Lei Provincial nº 372. Era 30 de Novembro de 1914 e o município viveu uma semana de intensa comemoração, afinal de contas, receber o "título honorífico de cidade" tinha um significado especial, significado relacionado ao "status" de desenvolvimento do município, com as presenças de órgãos e estruturas instaladas que realçavam o seu progresso. 

Tal título, entretanto, em nada alterava a condição político-administrativa do município, que teve a sua EMANCIPAÇÃO POLÍTICA, em 11 de Dezembro de 1976, desmembrado que foi de São José do Mipibu, através da lei nº 777, proposta pelo deputado Ivo Abdias Furtado e sancionada pelo Presidente da província do RN, o Dr. Antônio Passos de Miranda. O então povoado de Santa Rita da Cachoeira, uma vez emancipado, recebeu o nome de Vila do Trairi e em 1882 instalou a sua primeira Câmara Municipal. Os vereadores eleitos cumulavam as funções político-administrativas de Legislativo e Executivo. Também nesse período é criado o Juiz de Paz. A emancipação foi o resultado da luta política dos habitantes desta terra, capitaneados pelo Pe. Antônio Rafael, o deputado Ivo de Abdias e por de vários outros moradores que fizeram um abaixo-assinado exigindo que a Assembléia Legislativa aprovasse a emancipação.

Caros conterrâneos, não há a menor sombra de dúvidas quanto à natureza das duas datas, ambas importantes para o município, e tanto é assim que constam na flâmula de nossa bandeira. O executivo optou por estabelecer o feriado na data da elevação do município à categoria de cidade, o que é aceitável, mas por amor a nossa terra, aos fatos e a verdade histórica, não confundamos o sentido de uma data com a outra. Comemoremos hoje o aniversário da Cidade porque a nossa quase centenária Santa Cruz, bem merece, e no dia 11 de Dezembro comemoremos, ainda que não seja feriado, a nossa mais importante data, ou seja, a EMANCIPAÇÃO POLÍTICA DE NOSSA QUERIDA SANTA CRUZ. 

Por fim, um dado interessante, em 1976, por ocasião dos 100 anos da Emancipação Política do nosso município, o maestro Felinto Lúcio Dantas, a pedido do prefeito José Rocha, ofertou-nos o dobrado 11 DE DEZEMBRO para marcar com grandiosidade, o Centenário de nossa Emancipação. Hoje à noite, será apresentado publicamente, na praça da matriz, o hino do Maestro Camilo Dantas, recém eleito em concurso público, o hino oficial da cidade de Santa Cruz, no seu 99º aniversário. Parabéns Santa Cruz! Terra de um povo aguerrido, Terra de um povo acolhedor!