APOESC (Associação de Poetas Escritores Simpatizantes e Colaboradores)

A APOESC (Associação de Poetas Escritores Simpatizantes e Colaboradores), criada em 03.2010 em Santa Cruz -RN, existe para congregar amantes da cultura, apologistas e produtores da arte da palavra.


domingo, 9 de março de 2014

EPÍSTOLA EM VERSOS AOS CRENTES DO MUNDO INTEIRO - Gilberto Cardoso dos Santos


"A melhor religião é a mais tolerante." (Émile de Girardin)

Querido amigo crente
E irmão de humanidade:
Envio esta carta em versos
Feita com simplicidade
E sentimento de amor
Com intenção de expor
O que penso ser verdade.

Seja um homem de Ciência
E não de ingênua crença
A religião no mundo
É fonte de desavença
Para seguir a contento
Mais vale o experimento
E não o que a gente pensa.

A religião no mundo
Provocou destruição
Produziu guerras sem conta
E histórica divisão
E além disso vem mudando
Sempre se adaptando
Igual um camaleão.

A Ciência, sei que é falha
Porém é mais confiável
Tem trazido a este mundo
Um progresso admirável
A fé tem sido empecilho
Pois busca ofuscar seu brilho
Dizendo-se intocável.

Muito o planeta perdeu
Durante a Idade Escura
O progresso da Ciência
Vivia sob censura
Muita gente inteligente
Pela crença intransigente
Foi vítima de tortura.

No entanto hoje a fé
Se adapta envergonhada
Um papa pede perdão
Também a fé reformada
repudia os absurdos
do tempo em que foram surdos
à Ciência abalizada.

Crença sem razão é vírus
Na inteligência humana
Despreza o conhecimento
Por se achar soberana
E isenta de defeitos
É fonte de preconceitos
E se revela tirana.

Já a Ciência procura
Agir com integridade
O seu principal intento
É servir à humanidade
Com o bem comum se ocupa
De fato se preocupa
Em conhecer a verdade.

Em quem só respira crença
A gente vê estreiteza
Feito um boi com viseiras
Não pode ver com clareza
A verdade a emergir
Na hora de discutir
Demonstra frágil defesa.

Não se entregue à hipnose
De gente cheia de prosa
Que tenta incutir à força
A crença religiosa
Não haja com altivez
Mas pense com sensatez
De forma criteriosa.

A fé não deve reinar
Sem razão na consciência
Principalmente se instiga
Preconceito e violência
A fé se torna maldita
Repense o que acredita
Procure ouvir a Ciência.

Da fé simples, tolerante,
Não me vejam inimigo
Mas a fé perseguidora
Põe nosso mundo em perigo
Como já foi comprovado
É só ver o resultado
Das crenças no mundo antigo.

Despeço-me, desejando
Que faça reflexão
Não queira acender pra mim
Fogueiras da inquisição
Olhe onde põe o pé
Continue ouvindo a fé
Mas também ouça a razão.