APOESC (Associação de Poetas Escritores Simpatizantes e Colaboradores)

A APOESC (Associação de Poetas Escritores Simpatizantes e Colaboradores), criada em 03.2010 em Santa Cruz -RN, existe para congregar amantes da cultura, apologistas e produtores da arte da palavra.


sexta-feira, 26 de agosto de 2011

Documentário “Cangaço e Negritude” Será Lançado em Patu




Composto por uma série de reportagens produzidas pela Rede Potiguar
de Televisão (RPTV), sob a direção da jornalista Ana Paula Lopes, o documentário
intitulado “Cangaço e Negritude” será lançado neste sábado, dia 27 de agosto, a
partir das 21 horas, no espaço aberto do Bistrô Point Vip, da empreendedora Shirley
Holanda, no centro da cidade de Patu, no médio-oeste potiguar. Uma parte do
documentário já está disponível no “Youtube”.

Legenda 1: “A Saga dos Limões” no Youtube.

As reportagens foram produzidas nas cidades norte riograndenses de
Currais Novos, Acari, Caicó, Patu e Messias Targino, no período de 8 a 10 de julho,
durante o lançamento do livro “A Saga dos Limões – Negritude no Enfrentamento ao
Cangaço de Jesuíno Brilhante”, do Médico e Pesquisador Social Epitácio Andrade, e a
escolha de Patu, como local de lançamento, deveu-se ao fato de ser a terra natal do
Cangaceiro Jesuíno Brilhante e ser uma indicação do fomentador cultural Francimar
Godeiro, um dos viabilizadores da produção jornalística.

Legenda 2: Francimar Godeiro no lançamento em Patu. Foto: Aluísio Dutra

Entre os personagens do documentário, estão: o professor Aluísio
Dutra, apresentando depoimento sobre a importância da “Casa de Pedra de Jesuíno
Brilhante” para o desenvolvimento sustentável de Patu; o vereador messiense Pola
Pinto (PT), ressaltando a importância do desenvolvimento dos “lugares de memória”
para as comunidades que sobrevivem da agricultura familiar; a prefeita Shirley Targino,
agradecendo ao escritor Epitácio Andrade o lançamento de “A Saga dos Limões” em
terras messienses; e a líder comunitária Sandra Silva do quilombola do Jatobá, na zona
rural de Patu, primeira comunidade afro-descendente reconhecida no estado do Rio
Grande do Norte.

Legenda 3: Pola Pinto, Epitácio, Sandra e a Viola de Chico Mota.

“Gostaria de contar com a presença dos setores representativos da
sociedade do médio-oeste potiguar neste evento, onde estaremos entregando mais
um dispositivo para desencadear ações fortalecedoras da cultura na região”, afirmou o
escritor Epitácio de Andrade Filho.