APOESC (Associação de Poetas Escritores Simpatizantes e Colaboradores)

A APOESC (Associação de Poetas Escritores Simpatizantes e Colaboradores), criada em 03.2010 em Santa Cruz -RN, existe para congregar amantes da cultura, apologistas e produtores da arte da palavra.


sábado, 12 de maio de 2012

Educadora é demitida por ensinar além do permitido aos seus alunos

Eles argumentam que o ensino exige mínimos educativos e não máximos (Imagem ilustrativa)
ELES ARGUMENTAM QUE O ENSINO EXIGE MÍNIMOS EDUCATIVOS E NÃO MÁXIMOS (IMAGEM ILUSTRATIVA)

























Por ensinar além do permitido aos seus alunos, uma professora de uma escola de Andorra foi despedida. Com quatro e cinco anos, as crianças já sabem ler, escrever e fazer contas.

A decisão de afastar a profissional, que está no ensino há 11 anos, partiu por recomendação de um inspetor do Ministério da Educação de Andorra.
Ele considerou que os alunos têm um nível alto para uma escola pública. Assim, a escola espanhola de Escaldes-Engordany decidiu demitir a educadora. A demissão caiu como uma bomba nos pais das crianças, que recorreram à embaixada espanhola, em Andorra, para reconsiderar o afastamento.
Eles argumentam que o ensino exige mínimos educativos e não máximos. Uma das mães revelou que não há qualquer queixa das crianças em relação ao nível dos ensinamentos.
Em resposta, o ministério decidiu manter a professora até o final do ano letivo, mas exigiu que a profissional diminua o nível do ensino.
Fonte: PORTAL DE PAULÍNIA

Reportagem Original: JORNAL DE ANDORRA

Gostaria de ouvir as opiniões de quem nos lê. Ivanilson, que postou tal matéria em seu blog, Naílson, Teixeirinha, Lindonete, o professor Maciel, João Maria e demais sintam-se convocados a opinar. No Brasil, professores ensinam de menos e não são demitidos. Por que demitir alguém que está conseguindo ensinar "demais"? Acho que essa professora deveria ser premiada, não? Fiquei curioso para conhecer a metodologia desta que me parece ser uma verdadeira educadora. Fiz uma leitura errônea do fato? Estaria isso revelando um interesse do estado em manter os alunos nivelados por baixo? Por enquanto, parece-me piada!